Cinema e Séries
Descrição de chapéu Cinema

Sucesso de 'NCIS: Los Angeles' está em humanizar dramas de personagens, diz Daniela Ruah

Eric Olsen espera que série policial aborde a pandemia na 12ª temporada

Daniela Ruah (Kensi Blye) e Eric Christian Olsen (Marty Deeks) em cena de

Daniela Ruah (Kensi Blye) e Eric Christian Olsen (Marty Deeks) em cena de "NCIS: Los Angeles" CBS Divulgação

São Paulo

No quarto episódio da atual temporada de "NCIS: Los Angeles" (a 11ª da série), os agentes especiais federais “G” Callen (Chris O’Donnell), Sam Hanna (LL Cool J), Kensi Blye (Daniela Ruah) e o detetive Marty Deeks (Eric Christian Olsen) acostumados a derrotar criminosos, terroristas e espiões ao redor do mundo, enfrentam um desafio um pouco diferente: lidar com um potencial surto de ebola. Mal imaginavam os atores da série que meses depois da experiência ficcional iriam encarar na vida real a pandemia do novo coronavírus.

Em entrevista ao F5, os atores Daniela Ruah, 36, e Eric Christian Olsen, 42, dizem acreditar que o assunto certamente será abordado na próxima temporada da produção. "Os nossos roteiristas costumam se inspirar em eventos da atualidade, e eu não ficaria surpresa se eles incorporassem o coronavírus. Afinal, mesmo a gente voltando ao trabalho, não sei se poderemos ficar muito próximo uns dos outros, e tem que ter alguma coisa para justificar isso. E inserir a pandemia faz todo o sentido. Por que iríamos ignorar?", indagou Ruah.

Olsen compartilha da mesma opinião. "Tem que ser abordado [o novo coronavírus]. O jeito como vamos interagir no mundo será diferente e obviamente isso afeta o programa", diz. Sucesso nos EUA, no Brasil "NCIS: Los Angeles" é a segunda série mais vista no canal A&E, atrás de "Cold Case".

A produção é a primeira franquia da série "NCIS" (Naval Criminal Investigative Service), seriado que está em sua 17ª temporada, e investiga os crimes relacionados à Marinha americana e ao Corpo de Fuzileiros Navais. Surgiu como um spin-off de "​JAG", série que foi ao ar nos Estados Unidos de 1995 a 2005. Em 2014, a CBS lançou outro programa derivado, o "NCIS: New Orleans", que também segue no ar.

Para a atriz ​Daniela Ruah, "NCIS: Los Angeles" dá certo porque entretém ao mesmo tempo em que mostra os dramas pessoais dos personagens. "Você tem a parte da resolução dos casos, mas os agentes não são máquinas, as coisas na vida pessoal deles afetam o trabalho [...] Isso torna muito mais humano e gera identificação."

Olsen diz que a série criou uma ligação emocional do público com os personagens, além de representar valores que, na visão dele, são importantes como amizade, família e lealdade. Ele também disse que os heróis de "NCIS" são diferentes daqueles retratados nos filmes e seriados policiais dos anos 1980 "que diziam três palavras e atiravam". "O novo herói é a combinação perfeita entre vulnerabilidade e confiança. E acho que o meu personagem, o detetive Deeks, é um exemplo disso."

CUNHADOS NA VIDA REAL

Se em "NCIS: Los Angeles" Kensi Blye e Deeks são casados e começam a pensar em ter filhos, na vida real os atores Ruah e Olsen são cunhados. A atriz americana, que morou boa parte da infância e adolescência em Portugal, é casada com o irmão de seu parceiro de cena, David Paul Olsen –ele, inclusive, atua na série como dublê do irmão nas cenas de ação.

Foi Eric, aliás, que deu uma forcinha para o romance dos dois, que hoje são pais de duas crianças: River e Sierra. "Ele é um ator talentoso e um ser humano incrível e inteligente. Ele tem habilidade em fazer comédia, e eu aprendo muito com ele sobre o tempo de comédia", diz Ruah sobre o cunhado.

Além de atuar, o intérprete do detetive Deeks também gosta de escrever e é fundador da produtora Cloud Nine Productions. Na 11ª temporada de "NCIS: Los Angeles", ele é o autor ao lado de Babar Peerzada do episódio "Mother", que dá destaque à personagem Hetty Lange, vivida por Linda Hunt, 75, (ganhadora do Oscar de melhor atriz coadjuvante em 1982 por seu papel no filme "O Ano em que Vivemos em Perigo").

"Nós escrevemos para a Linda Hunt...Eu chorei umas cinco vezes no set vendo a gravação do episódio. Sou tão sortudo e tenho muito gratidão por dividir essa experiência com ela", diz ele, que já planeja escrever outros episódios para a próxima temporada.

'NCIS: Los Angeles' (11ª temporada)

  • Quando Sexta, às 21h10
  • Onde A&E
  • Classificação 14 anos
Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem