Aviso
Este conteúdo é para maiores de 18 anos. Se tem menos de 18 anos, é inapropriado para você. Clique aqui.

Celebridades

Justiça autoriza filha trans de Elon Musk a mudar de gênero e nome

Ela queria ser reconhecida como mulher e retirar sobrenome do pai bilionário

Elon Musk
Elon Musk - Brendan Smialowski, abril de 2002/AFP
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

A Justiça autorizou a filha trans de 18 anos do bilionário Elon Musk, 50, a mudar de nome e gênero, tornando-a oficialmente Vivian Jenna Wilson, nesta quinta-feira (23). Ela também conseguiu remover o sobrenome do pai famoso, optando por Wilson, que é o nome de solteira de sua mãe Justine.

De acordo com documentos judiciais obtidos pelo TMZ, um juiz do Tribunal Superior do Condado de Los Angeles aprovou a petição e pediu que uma nova certidão de nascimento fosse emitida pelo estado para refletir as mudanças. O pedido havia sidoi feito pela jovem logo após completar 18 anos.

Na terça (21), o TMZ revelou que a jovem trans recebeu o nome de Xavier Musk no nascimento, mas havia pedido a mudança de nome e sobrenome. Uma captura de tela compartilhada no Twitter Know Nothing TV mostra documentos legais arquivados em abril no condado de Los Angeles (EUA) com uma petição para alterar um nome.


No pedido feito à Justiça, a jovem declara que a razão para a mudança de nome é que deseja ser reconhecida como mulher e não quer mais ter o nome relacionado ao pai biológico de forma alguma.

Em dezembro de 2020, Elon twittou seu apoio à comunidade transgênero, mas acrescentou: "Todos esses pronomes são um pesadelo estético".

Musk tem sete filhos: Griffin, Vivian, Kai, Saxon, Damian, que teve com a escritora canadense Justine Wilson, que foram casadas de 2000 a 2008, e X AE A-XI e Exa Dark Sideræl , que compartilha com a cantora Grimes .

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem