Aviso
Este conteúdo é para maiores de 18 anos. Se tem menos de 18 anos, é inapropriado para você. Clique aqui.

Celebridades

Famosos e anônimos repercutem morte de Danuza Leão nas redes sociais

Escritora e jornalista morreu aos 88 anos no Rio de Janeiro

Danuza Leão posa para foto em seu apartamento no bairro de Ipanema, no Rio de Janeiro
Danuza Leão posa para foto em seu apartamento no bairro de Ipanema, no Rio de Janeiro - Eduardo Knapp, nov. 2011/Folhapress
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

Famosos e anônimos lamentaram a morte da jornalista e escritora Danuza Leão, 88, no Rio de Janeiro, na noite desta quarta-feira (22). Ela enfrentava problemas respiratórios e estava internada na clínica São Vicente.

A jornalista Rosana Hermann usou as redes sociais para comentar a morte de Danuza. "Que triste, morreu a Danuza Leão", escreveu no seu perfil do Twitter. Outra jornalista, Sandra Coutinho, postou: "Morre Danuza Leão, modelo e colunista influente que marcou época no Brasil"

"Noite triste para o jornalismo: Morre Danuza Leão, escritora, colunista influente e ex-modelo que marcou várias gerações no Brasil", publicou o jornalista Gerson Camarotti na rede social. O colunista do canal My News Bruno Cavalcanti publicou: "Perdemos Danuza."

A equipe do festival de cinema "Tudo é Verdade" também usou as redes sociais para falar da morte da jornalista, que atuou no filme "Terra em Transe", do cineasta Glauber Rocha. "A equipe do É Tudo Verdade expressa seu luto pela morte da modelo e escritora Danuza Leão (1933-2022)."

O jornalista Renzo Moura publicou uma foto de Danuza jovem elogiando sua beleza. "Danuza Leão era tão maravilhosa que –sem querer– matou o grande cronista Antônio Maria de amor. E se é para morrer de amor, que seja por uma deusa como Danuza."

Outro internauta comentou sobre as mortes da atriz Marilu Bueno e da escritora. " Duas perdas! A atriz Marilu Bueno, talentosíssima, puro humor! E Danuza Leão, a qual conhecia pessoalmente através de meu pai. Uma mulher elegante, culta e educadíssima. Elevem-se em paz!"

Ao lamentar a morte de Danuza, a apresentadora Astrid Fontenelle citou a biografia da jornalista. "A mulher que tem uma autobiografia intitulada 'Quase Tudo' já diz ao que veio", afirmou. Astrid elogiou também os filhos e netos de Danuza.

O diplomata e político Arthur Virgílio Neto, ex-prefeito de Manaus, definiu Danuza como "a grande dama da noite" do Rio de Janeiro", além de personalidade polêmica. "Ela e seu esposo, Samuel Wainer, foram grandes amigos de meu pai. Que sua alma descanse em paz", disse.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem