Aviso
Este conteúdo é para maiores de 18 anos. Se tem menos de 18 anos, é inapropriado para você. Clique aqui.

Celebridades

Amber Heard diz que ainda ama Johnny Depp mas teme novos processos

'Sei que pode ser difícil de entender', ponderou a atriz, em nova entrevista à TV americana

Uma moça loura de cabelos na altura dos ombros vira-se para olhar, séria, para a câmera; foto colorida, fechada no rosto dela
Amber Heard deu mais uma entrevista à TV americana - AFP
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Amber Heard voltou a falar de seu relacionamento com Johnny Depp e da vida pós-julgamento, na manhã desta quarta-feira (15). Na segunda parte da entrevista que concedeu a Savannah Guthrie, da NBC, a atriz disse que ainda ama o ex-marido, mas teme que ele a processe novamente.

"Eu sei que pode ser difícil de entender. Ou pode ser fácil também. Se você já amou alguém, deveria ser fácil", afirmou. Amber contou ainda que tentou de tudo para fazer "um relacionamento profundamente desgastado" voltar a funcionar e que não guarda mágoas de Depp, mesmo condenada a pagar uma indenização de US$ 8 milhões (cerca de R$ 40 milhões) para ele.

Na batalha judicial acompanhada em tempo real na TV e nas redes sociais ao longo de seis semanas, o ator expôs mundialmente detalhes de sua vida amorosa e da intimidade do casal. Mesmo dentro de todo este contexto, Amber reafirmou: "Não tenho nenhum ressentimento".

A jornalista quis saber também sobre o texto que motivou o processo - o artigo que a atriz publicou no Washington Post em 2018, no qual se definia como "uma figura pública que representa o abuso doméstico". Ela não citava Depp nominalmente, mas ele sentiu-se difamado e decidiu processá-la.

Guthrie perguntou por que Heard o escreveu e se ela esperava "cancelar" Depp com a publicação daquele texto. "Ele não era sobre meu relacionamento com Johnny", disse ela. "O artigo de opinião era sobre eu emprestar minha voz a um grupo cultural maior", respondeu.

Na primeira parte da entrevista, transmitida nesta segunda-feira (13), Amber havia dito que entendia o júri pelo veredito favorável a Depp no processo, julgado no Tribunal de Fairfax, no estado americano da Virgínia. "Eu não os culpo. Eu realmente entendo. Ele é um personagem amado, um ator fantástico".

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem