Aviso
Este conteúdo é para maiores de 18 anos. Se tem menos de 18 anos, é inapropriado para você. Clique aqui.

Celebridades

Alec Baldwin: Produtora de 'Rust' é multada por falha de segurança após tiro em set

Disparo acidental em set resultou na morte de Halyna Hutchins

Diretora de fotografia Halyna Hutchins
Diretora de fotografia Halyna Hutchins - Reuters
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

A empresa que produziu o filme ‘Rust’ foi multada em cerca de US$ 137 mil (R$ 635 mil) pelo Departamento de Saúde e Segurança Ocupacional do Novo México por violação "intencional e grave" dos procedimentos de segurança no set de filmagem. As violações resultaram na morte por tiro acidental da diretora de fotografia Halyna Hutchins, em outubro do ano passado.

A multa, que é o máximo permitido, segue a investigação de seis meses sobre as circunstâncias que levaram ao tiro acidental, disparado pelo ator Alec Baldwin, 63, que matou Halyna e feriu o diretor Joel Souza.

O secretário estadual do Gabinete Ambiental, James Kenney, disse que houve falhas graves de gestão com evidências mais do que suficientes para sugerir que, se as práticas padrão da indústria fossem seguidas, o tiro fatal de Halyna Hutching e a grave lesão de Joel Souza não teriam ocorrido. "Esta é uma falha completa do empregador em seguir os protocolos nacionais reconhecidos que mantêm os funcionários seguros", disse Kenney.

​Hutchins e Souza foram atingidos por uma bala disparada de uma arma usada por Alec Baldwin no set, que disse ter sido informado de que não estava carregada. Ele também alegou que não puxou o gatilho e que deve ter falhado ao apontar a arma para a câmera durante os ensaios no Bonanza Creek Ranch, nos arredores de Santa Fé, nos Estados Unidos.

O relatório concluiu que a administração da Rust Movie Productions LLC sabia que os procedimentos de segurança de armas de fogo não estavam sendo seguidos no set e demonstrou total indiferença à segurança dos funcionários ao não revisar as práticas de trabalho e tomar medidas corretivas".

"A Rust Movie Productions LLC foi citada pela simples indiferença aos riscos reconhecidos associados ao uso de armas de fogo no set que resultaram em fatalidade, ferimentos graves e condições de trabalho inseguras".

De acordo com os requisitos federais, a Rust Movie Productions LLC tem 15 dias úteis após receber a citação para pagar a multa e fornecer ao OHSB –que administra o programa de Administração de Segurança e Saúde Ocupacional no Estado do Novo México– a certificação de ação corretiva ou contestar a citação na Comissão de Revisão de Saúde e Segurança Ocupacional.

Caso a produção do filme seja retomada no futuro, a Rust Movie Productions LLC deverá reduzir as violações mencionadas nesta citação antes de retomar as operações.

"Os funcionários devem falar sobre as condições inseguras do local de trabalho ou denunciá-las anonimamente para nós", disse o chefe do escritório do OHSB, Robert Genoway. "Como lembrete, é ilegal para qualquer empregador retaliar qualquer funcionário que alegue uma violação de segurança no local de trabalho."

A investigação abrangeu 1.560 horas de trabalho, 14 entrevistas e revisão de 566 documentos.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem