Aviso
Este conteúdo é para maiores de 18 anos. Se tem menos de 18 anos, é inapropriado para você. Clique aqui.

Celebridades

Miá Mello diz que filha de 13 anos recebeu SMS com oferta de emprego: 'Golpe'

Comediante usou o bom humor para alertar os seguidores sobre falcatrua

Miá Mello
Miá Mello - @miamello no Instagram
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

Miá Mello, 41, não perdeu o bom humor ao relatar nas redes sociais que a filha de 13 anos recebeu a mensagem de um golpista. A comediante alertou os seguidores sobre como foi a abordagem.

"Gente, quero dividir com vocês aqui. Estamos muito felizes! Minha filha, de 13 anos, foi convidada para ser gerente da Amazon!", contou. "Gerente, galera, com TREZE ANOS! Estamos muito felizes e emocionados por aqui. Vamos só clicar aqui para entender todos os detalhes e em breve volto com mais."

Logo depois, ela publicou uma imagem mostrando a proposta recebida pela filha, que prometia salário de mais de R$ 5 mil mensais. "Olá, sou gerente de projetos na Amazon e atualmente estou contratando uma equipe de meio período", dizia o texto. "Salário mensal: 5000 +"

Miá ainda se corrigiu, ainda ironizando a situação. "Ai, galera, me equivoquei", disse. Não é pra ser gerente, mas é pra equipe desse gerente fofo que mandou esse SMS pra ela. Sigo muito orgulhosa!"

Na sequência, ela explicou: "Gente, era um golpe!!!". Mesmo assim, continuou a brincadeira. "Estou muito puta, já passei o telefone do gerente da Amazon pros meus advogados e assim que eles clicarem e entenderem que é esse indivíduo que tem a audácia de brincar os sentimentos de uma família, ele vai pagar por isso."

Vale ressaltar que mensagens com o mesmo teor têm sido frequentes nos aplicativos de trocas de mensagens dos brasileiros. Há variações sobre a empresa contratante e sobre o valor do salário, mas todos se tratam de golpe.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem