Aviso
Este conteúdo é para maiores de 18 anos. Se tem menos de 18 anos, é inapropriado para você. Clique aqui.

Celebridades

Marília Mendonça morre em acidente de avião, e fãs lamentam na web: 'Eterna'

Cantora de 26 anos estava indo para Minas, onde faria show nesta noite

Marília Mendonça - Randes Filho
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

A cantora Marília Mendonça, 26, morreu na tarde desta sexta-feira (5) em um acidente de avião numa serra em Piedade de Caratinga, interior de Minas Gerais, deixando uma infinidade de fãs em luto. Muitos recorreram às redes sociais para fazer uma última homenagem à cantora conhecida como Rainha da Sofrência.

"Ainda não consigo acreditar", "estou assombrado pela notícia" e "é eterna em nossos corações", são algumas das frases postadas por fãs no Twitter, após a confirmação da morte da artista. "Marília Mendonça e várias outras pessoas são a prova da frase 'a vida é um sopro'", comentou mais um internauta.

"Marília Mendonça fez parte da minha vida de um jeito que nenhum outro artista fez. Eu não consigo nem escrever o quanto me animou e transmitiu sentimentos meus por anos. Sempre será a minha rainha. Obrigado por tudo que fez por mim e pela música", afirmou um fã também nas redes sociais.

Marília Mendonça foi uma das vítimas fatais de um acidente de avião que caiu numa serra em Piedade de Caratinga, cidade a 309 quilômetros de Belo Horizonte. A cantora tinha um show marcado para esta noite em Caratinga, a cerca de 12 quilômetros do local do acidente.

A assessoria de imprensa de Mendonça havia informado, no momento do acidente, que ela havia sido resgatada com vida. Por volta das 18h, no entanto, confirmou a morte.

Também morreram o produtor da cantora, Henrique Ribeiro, e seu tio, Abicieli Silveira Dias Filho, além do piloto e do copiloto da aeronave, que não tiveram seus nomes revelados.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem