Celebridades

Alec Baldwin já perguntou qual seria sensação de matar alguém por engano

Fãs repercutem postagem dele no Twitter em 2017

O ator Alec Baldwin - Instagram/alec_baldwin_fan
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

Uma postagem de Alec Baldwin, 63, feita no Twitter em 2017 tem repercutido novamente. O fato ocorreu quatro anos antes de o ator matar uma diretora de fotografia e ferir um diretor no set de gravação do filme "Rust".

Na publicação, Alec havia compartilhado um caso de um oficial da polícia que apontava uma arma para outro para manter distância dele. Só que um disparo acabou sendo efetuado. Na legenda, escreveu: "Eu me pergunto como deve se sentir que você matou alguém por engano".

A postagem ainda podia ser acessada na conta oficial do ator. Coincidentemente, o filme "Rust", protagonizado pelo ator conta a história que envolve uma morte acidental, tal qual ocorre agora na vida real. Nos bastidores das filmagens, Baldwin atirou e matou a diretora de fotografia Halyna Hutchins e feriu o diretor Joel Souza.

Segundo o IMDB, a sinopse gira em torno de um menino de 13 anos de nome Lucas (Brady Noon) que é deixado para defender a si mesmo e seu irmão mais novo após a morte de seus pais no Kansas.

Ele resolve fugir com seu avô Harland Rust (Baldwin) depois de ser sentenciado à forca pelo assassinato acidental de um fazendeiro local.

Segundo a Variety, ninguém foi preso e investigadores conversam com várias pessoas para apurar o que aconteceu. Uma fonte próxima disse que Baldwin foi interrogado e estava chorando, segundo o Santa Fe New Mexican.

O Deadline ouviu de fontes que o ator principal engatilhou a arma durante um ensaio e atingiu os diretores do longa. O set foi bloqueado e uma velha igreja foi bloqueada, de acordo com relatos da imprensa local. Bonanza Creek Ranch é conhecido por produções de filmes de faroeste.

Um porta-voz de produção da Rust Movie Productions LLC disse ao Deadline: "Houve um acidente hoje nas filmagens de "Rust", no Novo México, envolvendo a falha de ignição de uma arma de suporte. Duas pessoas foram levadas ao hospital e estão recebendo cuidados. A produção foi interrompida. A segurança de nosso elenco e equipe continua sendo nossa principal prioridade."

"Os detetives estão investigando como [a arma foi usada] e que tipo de projétil foi disparado", disse o Gabinete do Xerife em um comunicado na quinta. "Este incidente continua sendo uma investigação ativa. À medida que mais informações forem disponibilizadas, atualizações serão fornecidas."

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem