Aviso
Este conteúdo é para maiores de 18 anos. Se tem menos de 18 anos, é inapropriado para você. Clique aqui.

Celebridades

Astro de 'Drake e Josh' é indiciado por crime contra menor de idade

Drake Bell se declarou inocente, mas vai enfrentar ação judicial

Drake Bell - Instagram/drakebell
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

Drake Bell, 34, foi indiciado por colocar um menor em risco e disseminar conteúdos prejudiciais a jovens, de acordo com informações obtidas pelo Page Six. Uma audiência preliminar está marcada para o próximo dia 23.

O site americano afirma ter tido acesso a registros do Tribunal do Condado de Cuyahoga, em Cleveland, no estado de Ohio. No entanto, não há mais detalhes sobre o suposto crime. Na quinta-feira (3), ele compareceu ao tribunal e se declarou inocente.

Na ocasião, Bell teve de pagar uma taxa de US $ 2.500 (mais de R$ 12 mil) e se comprometeu a voltar à corte quando solicitado. Ele também foi obrigado a fornecer amostras de seu DNA para análise.

O crime de que ele é acusado ocorreu no dia 1º de dezembro de 2017. O ator havia anunciado nas redes sociais que ele se apresentaria nesse dia no Odeon Concert Club, que fica na cidade, mas a publicação foi apagada.

O escritório de advocacia Friedman & Nemecek, que representa a Bell, disse ao Page Six que eles "não têm comentários neste momento". "Os fatos serão esclarecidos no tribunal", limitou-se a dizer. Já a assessoria não respondeu aos contatos.

Drake Bell ficou famoso ao estrelar o seriado adolescente "Drake e Josh" (2004-2007), ao lado de Josh Peck, 34. Nos últimos anos, no entanto, ele vem sendo notícia por causa dos problemas com a Justiça.

Em 2015, ele foi preso por dirigir alcoolizado. Já no ano passado, a ex-namorada dele, Melissa Lingafelt, afirmou que o ator abusou verbal e fisicamente dela durante o relacionamento. Bell negou as acusações.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem