Celebridades

Internada com câncer, Eva Wilma é homenageada pelo filho: 'Obrigado mãe'

John Herbert Júnior fez postagem no Instagram sobre a vida com a mãe

John Herbert Júnior ao lado da mãe, a atriz Eva Wilma
John Herbert Júnior ao lado da mãe, a atriz Eva Wilma - Instagram/johnherbertjunior
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Internada desde o dia 15 de abril na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Hospital Albert Einstein, em São Paulo, a atriz Eva Wilma, 87, foi homenageada pelo seu filho, John Herbert Júnior. Em postagem no Instagram, o músico falou sobre como é ser filho da atriz.

“Minha mãe não me acordava pra ir pra escola. Não me dava café. Não fazia meu almoço. De vez em quando jantava comigo. Enquanto ela construía uma das carreiras de maior sucesso, se tornando uma das maiores atrizes do Brasil, eu crescia... feliz. A liberdade, a dignidade, o trabalho, a honestidade, a conduta e a dedicação foram o maior exemplo pra mim”, escreveu Júnior.

O músico continuou: “Já homem, poder dividir o palco, aprender, reviver e compartilhar esse espaço sagrado com você, mãe, uma maestrina deste ambiente, foi pra mim um privilégio único. Veio a crise pela qual ainda passamos e interrompeu esta nossa experiência. Mas o privilégio da alegria, do aprendizado de poder dividir esse SEU espaço, que se integra à sua e à nossa própria vida, me fez te entender melhor, nos fez nos entendermos melhor, e me fez melhor a cada dia. Obrigado mãe. Obrigado, Deus! A cada dia percebo a sorte de te ter ao meu lado. Feliz Dia das Mães. #mãe”.

Eva Wilma foi diagnosticada com câncer no ovário, segundo boletim médico divulgado no sábado (8). Ela foi inicialmente internada em abril por problemas cardíacos e renais. Dias depois, o hospital apontou melhora em seu quadro.

Em janeiro, a atriz já tinha sido hospitalizada no Hospital Vila Nova Star, da Rede D’Or, também em São Paulo, devido a uma pneumonia e chegou a ficar nove dias na UTI. Ela passou por exame de Covid na época, mas a doença foi descartada.

No dia 19, a equipe da atriz compartilhou no Instagram uma foto dela ensaiando na cama do hospital para gravar um off do filme “As Aparecidas”, que teve as gravações interrompidas. “Foi gravado ali mesmo e depois finalizaremos em estúdio”, disse a publicação.

“Quem tem a arte na veia sabe que ‘o show tem que continuar’. O trabalho é vida. Como diria Gonzaguinha: ‘um homem sem trabalho não tem honra, e sem a sua honra se morre, se mata’. Eva sempre lúcida. Sairá melhor”, afirmou o post.

O boletim médico deste sábado é assinado pelos médicos Cláudio Cirenza, cardiologista; Roberto Sebastian Zeballos, clínico geral; Fernando Maluf, oncologista; e Miguel Cendoroglo, diretor do hospital.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem