Celebridades

Réveillon de Neymar terá 150 pessoas e cumprirá normas sanitárias, diz organizadora

Festa é criticada por ser realizada em momento crítico da pandemia

Neymar Jr. - Instagram/neymarjr
São Paulo

Sem citar o jogador Neymar, a agência Fábrica publicou na noite de domingo (27) uma nota de esclarecimento em que confirma a realização de um evento de Réveillon na região da Costa Verde, no Rio de Janeiro. Segundo a empresa, a festa "receberá aproximadamente 150 pessoas".

No comunicado, a agência afirma ainda que o evento é privado, "com acesso exclusivo para convidados e sem venda de ingressos". "[...] Acontece com todas as licenças dos órgãos competentes necessárias para a sua realização", diz.

O esclarecimento veio após uma grande repercussão negativa nas redes sociais e na imprensa internacional sobre a celebração em momento crítico da pandemia do novo coronavírus no Brasil, e que teria como principal idealizador o jogador Neymar, 28.

Segundo o colunista Ancelmo Gois, do jornal O Globo, a festa do atacante na cidade Mangaratiba começou na sexta (25) e vai até a virada do ano. Ainda de acordo com o jornalista, Neymar contratou uma banda para tocar diariamente e comprou um hangar desativado, da Fazenda Bom Jardim, para receber os seus convidados, que seriam em torno de 500, pelo ar.

De acordo com o jornal Extra, Neymar alugou uma casa no valor de R$ 6.000 a diária para o Réveillon ao lado da mansão que possui na cidade e que estaria em obras.

Promover aglomerações contraria as orientações das agências de saúde devido à recente alta de contaminação e mortes provocadas pelo novo coronavírus. Neste domingo (27), o Brasil já superava os 191 mil óbitos e acumulava 7,4 milhões de infectados pela doença.

Perguntada pelo F5 sobre uma possível festa no condomínio de Neymar, a assessoria do jogador se limitou a dizer que não haverá festa na casa de Neymar. Já a Prefeitura de Mangaratiba informou, por meio de nota, que não tem competência legal para limitar eventos privados realizados em residências particulares. "Os decretos em vigor no município relacionados ao controle da pandemia atingem diretamente o uso do solo público e de áreas sob concessão, a exemplo de comércios, orlas e praças."

Ainda segundo a administração municipal da cidade, a orientação, caso haja alguma celebração de fim de ano em propriedade particular, é que sejam respeitados protocolos de prevenção contra a Covid como a "não realização de aglomerações, uso regular de álcool gel, higienização constante do local e uso obrigatório de máscaras, além de reforço para a proteção para pessoas com comorbidades e idosos".

"A não realização de eventos particulares é uma questão de responsabilidade social e bom senso do cidadão diante da pandemia", informou a prefeitura.

OUTRAS FESTAS

O jogador não é o único a contrariar as recomendações durante a pandemia. O influenciador Carlinhos Maia também promoveu uma festa de Natal, no dia 19 de dezembro, em sua cidade natal em Alagoas. O evento lhe rendeu críticas de famosos e anônimos.

Carlinhos Maia respondeu a algumas delas com palavrões. Já a cerimonialista da festa, Aninha Souza, classificou as notícias de contaminados como falsa: "Falamos com todos os fornecedores e seus colaboradores. Tive feedback positivo de todos eles", afirmou em vídeo. "Não adianta vocês quererem destruir uma coisa que foi feita para o bem de muitas pessoas", defendeu-se.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem