Celebridades

Johnny Depp tenta novamente recorrer do caso de difamação contra The Sun

Antes de ser julgado, pedido ainda precisa ser acatado pelo Tribunal de Apelação

Johnny Depp
Johnny Depp - Daniel Leal-Olivas/AFP
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Londres
AFP

O ator americano Johnny Depp, 57, tentou novamente nesta quarta-feira (9) recorrer do caso por difamação contra o jornal sensacionalista britânico The Sun, que o apresentou como um marido violento com sua ex-esposa Amber Heard.

No início de novembro, o protagonista da franquia "Piratas do Caribe" perdeu um processo por difamação contra o News Group Newspapers (NGN), a empresa editora do jornal.

Johnny Depp pediu permissão para recorrer, como exige o sistema judicial britânico, mas o juiz Andrew Nicol, que havia decidido contra ele, recusou.

A estrela de Hollywood recorreu desta vez diretamente ao Tribunal de Apelação, segundo documentos judiciais de acesso público.

Não se sabe quando este tribunal anunciará se permite ou não um segundo julgamento.

Depois de três semanas de um julgamento midiático em julho no Supremo Tribunal de Londres, na presença do ator de 57 anos e sua ex-esposa Amber Heard, de 34, o juiz Nicol decidiu a favor do jornal no início de novembro.

Com base nas declarações da atriz, o The Sun mencionou 14 episódios de violência doméstica que o ator desmentiu veementemente.

Nicol considerou que as afirmações do jornal eram "substancialmente certas" porque "a grande maioria das supostas agressões foi comprovada".

No final de novembro, o juiz também ordenou que Johnny Depp pagasse cerca de 628 mil libras (mais de R$ 4 milhões) ao The Sun para cobrir suas despesas jurídicas.

Johnny Depp e Amber Heard se conheceram em uma gravação em 2011, se casaram em fevereiro de 2015 em Los Angeles e se divorciaram no início de 2017.

A atriz de "Aquaman" relatou anos de violência "física e psicológica", acusações negadas por Johnny Depp.​

ATOR PERDE PAPEL EM 'ANIMAIS FANTÁSTICO'

O ator dinamarquês Mads Mikkelsen, 55, vai substituir Johnny Depp, 57, no papel do vilão Gellert Grindelwald na série de filmes "Animais Fantásticos". No início de novembro, Depp anunciou, por meio de suas redes sociais, que estava deixando de fazer parte da franquia por um pedido do estúdio após perder o processo para o Sun.

Em 2017, a escritora britânica J. K. Rowling, autora dos livros de Harry Potter, foi criticada após defender a escolha de Depp para o próximo filme da série. Na época, o ator havia acabado de ser acusado de violência conjugal.

O terceiro filme de "Animais Fantásticos" está programado para julho de 2022. Mads Mikkelsen é conhecido por seus trabalhos na série "Hannibal" (2013-2015) e pelo filme "Polar" (2019).

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem