Celebridades

Bárbara Evans rebate críticas a problema de saúde que teve em A Fazenda

Modelo fez tratamento contra candidíase quando participou do reality, em 2013

Bárbara Evans fala sobre polêmica envolvendo sua saúde - Instagram/barbaraevans22
São Paulo

Bárbara Evans, 29, entrou para a história de A Fazenda ao sair vencedora da sexta edição do reality, a mais polêmica de todas elas. Porém, um dos assuntos mais lembrados e que veio à tona novamente nos últimos dias foi um tratamento para candidíase ao qual a modelo se submeteu enquanto estava no programa. Não seria nada demais, se Andressa Urach, 33, não tivesse exposto o problema de maneira depreciativa, dizendo que Bárbara usava "pomada para fungos vaginais".

"Vocês sabem que eu não tenho papas na língua e sou totalmente contra qualquer tipo de tabu. Infelizmente candidíase ainda é tratada como tabu para algumas mulheres e na minha época, ainda falam até hoje sobre isso. Candidíase todo mundo tem. É um fungo natural, só que ele se multiplica por conta da baixa imunidade. Pode ser TPM, estresse que causa esse fungo que chama candidíase, mas toda mulher tem", disse Bárbara neste sábado (13), no Instagram, tentando esclarecer a polêmica.

"Setenta e cinco por cento das mulheres no Brasil têm [candidíase]. Isso não vai rebaixar ninguém, todo mundo tem. Então, não fale de uma coisa que ou você já teve, tem ou terá. E vamos parar com essa história, vocês acham que isso me afeta? Hoje tem até propaganda na televisão sobre isso. É normal, acontece quando a nossa imunidade baixa. Parem com isso, pelo amor de Deus, chega dessa história", disse a filha de Monique Evans, tentando finalmente pôr fim à história, sete anos após participar do reality.

Recentemente, Bárbara foi envolvida em outra polêmica ao ser acusada por Cacá Werneck pelo fim de seu relacionamento de seis anos com Monique Evans. Em entrevista ao F5, a DJ disse que escutou a influenciadora falando que iria arranjar um namorado para a mãe. "Ganhei uma facada. Fiquei chocada", afirmou.

"Depois que vi o complô das duas querendo arrumar homem para me afetar, pensei: 'Tenho que me amar e parar de ser injustiçada'. Meu amor próprio vale mais. Jogar sujo comigo depois de seis anos me dedicando não é justo", disse Werneck.

"Eu não tenho nada a ver com isso. Pelo contrário, sempre torci, torço pela felicidade das duas", disse Bárbara ao negar a história, afirmando apenas que disse para a mãe ir visitá-la em Adolfo, cidade do interior de São Paulo, onde mora com o marido. "É uma injustiça tremenda falar que eu sou culpada por isso, acho isso muito chato, e a Cacá sabe disso. Torço para que tudo fique bem, quero que as duas fiquem bem, seja juntas ou separadas", concluiu.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem