Celebridades

Biografia de Jane di Castro revelará que atriz teve romance com militar durante ditadura

Atriz, símbolo da cena LGBTQIA+, morreu aos 73 anos

Jane di Castro - Instagram/janedicastro
São Paulo

Uma biografia autorizada de nome “Divina Diva”, que conta a trajetória de mais de 50 anos de carreira da atriz Jane di Castro, símbolo da cena LGBTQIA+, revelará alguns detalhes de sua vida amorosa.

De acordo com o colunista Ancelmo Gois, o projeto já está praticamente finalizado e nele todos ficarão sabendo de um romance que ela teve durante a ditadura com um militar da alta patente.

Jane começou a se apresentar em casas noturnas do Rio durante a década de 1960, e foi um nome sempre presente na luta pela representatividade trans. Estrelou a peça “Divinas Divas”, ao lado de Rogéria, Divina Valéria e Camille K, e depois o documentário de mesmo nome.

O filme, inclusive, vai ganhar uma exibição especial do Canal Brasil. O canal pago anunciou que, em homenagem à atriz, vai passar a produção nesta terça-feira (27), a partir das 17h30.

No ano passado, Jane afirmou ao jornal Extra que sonhava representar uma “vilã ordinária numa novela”. “Glória Perez foi maravilhosa por me convidar para três novelas, mas sempre representei eu mesma. As pessoas acham que eu, por ser bonita, não tenho talento para fazer um papel desglamourizado. Mas tenho!”, disse.

A atriz Jane di Castro morreu aos 73 anos em decorrência de um câncer que vinha tratando. Ela pode ser vista atualmente na reprise da novela “A Força do Querer” (Globo, 2017), onde interpreta uma das artistas amigas de Nonato (Silvero Pereira).

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem