Celebridades

Iza desabafa sobre ter alisado cabelo: 'A gente aprende que tem algo errado'

Cantora é uma das convidadas do Altas Horas deste sábado (25)

A cantora Iza
Iza fala sobre racismo no Altas Horas - Iza no Instagram
São Paulo

Djamila Ribeiro, 39, e Iza, 29, vão participar do Altas Horas (Globo) deste sábado (25). A filósofa e a cantora são as convidadas para uma entrevista especial que vai debater o racismo, seja ele declarado ou velado, e a importância da empatia.

“A gente aprende que o nosso cabelo não é aceito na sociedade, que tem alguma coisa de errado e que você tem que consertar. Eu passei grande parte da minha vida alisando o cabelo, e tenho certeza de que isso faz parte da realidade de muitas meninas negras. Isso é muito doloroso”, afirmou Iza, de acordo com a coluna de Ancelmo Gois, no jornal O Globo.

Em entrevista recente ao F5, Iza disse já ter sofrido assédios sexuais, chegando a ser perseguida na rua na época que cursava faculdade. Para a cantora, ser mulher no Brasil é "ser sobrevivente, combatente e guerreira". "Já fui perseguida e é muito complicado. Às vezes a gente se cala com medo, daqui a pouco a gente fica com muita raiva, começa a reagir, começa a responder. [...]. Eu não acho que a gente tem que aprender a lidar com isso. Eu simplesmente acho que isso não deveria acontecer", pontuou a cantora.

Iza também falou sobre feminismo, movimento do qual diz fazer parte. "Na verdade essa história de rivalidade feminina é uma coisa até que se tornou um mito. É algo que a sociedade faz questão de alimentar comercialmente, socialmente, a todo momento", afirmou.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem