Celebridades

Antonia Fontenelle sofre novo revés na Justiça em processo contra irmãos Neto

Juiz indeferiu pedido dela de transformar caso em segredo

A apresentadora Antonia Fontenelle - Instagram/nalatacomantonia
São Paulo

A apresentadora Antonia Fontenelle, 47, sofreu um novo revés da Justiça no caso que envolve um processo aberto pelos irmãos Luccas e Felipe Neto contra ela. O juiz indeferiu o pedido dela de transformar o caso em segredo para que não repercutisse na imprensa.

O F5 teve acesso à sentença do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ). Nela, por duas vezes a ré tentou recorrer, mas a decisão segue mantida.

“Mantenho o indeferimento. Há de se ressaltar que a alegada repercussão está correlacionada a própria existência da ação e não a nenhum ato propriamente praticado nestes autos. Por evidente, nada impede que a vinda de novos elementos decorrentes da instrução processual exijam outro tratamento, até porque ainda se encontra pendente a possibilidade de apresentação da contestação. Mas, por ora, diante da manifestação contrária da parte autora e inexistente qualquer alteração fática significativa, não se vislumbra motivo para afastar a regra apontada na decisão”, diz a sentença.

ENTENDA O CASO

O caso envolve um vídeo que está gerando uma disputa judicial entre ela e os irmãos Neto. O vídeo em questão mostra uma edição de imagens retiradas da internet na qual Luccas aparece supostamente simulando sexo oral em uma garrafa, enquanto Felipe brinca sobre lançar um "plug anal" com seu rosto. Outros youtubers como PC Siqueira e Rafinha Bastos também aparecem. Na legenda, ela escreveu: "Podemos chamar esse vídeo de incitação à pedofilia a olhos nus?".

Felipe e Luccas entraram com uma ação por danos morais no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro. Eles pedem R$ 100 mil de indenização para cada um, uma retratação pública de Fontenelle e o pagamento dos honorários advocatícios, além, é claro, da exclusão do vídeo.

Em entrevista exclusiva ao F5, Antonia disse que o vídeo sumiu de suas redes sociais, mas não foi ela quem o excluiu. Ela também diz que não está preocupada. "Não tem problema porque o vídeo está na internet. E eu não digo isso para afrontar o judiciário, eu digo isso porque a forma como foi pedido para retirar o vídeo não foi correta e meus advogados estavam revendo isso, mas também para dizer que eu posso a qualquer momento postar coisa pior."

Nesta segunda-feira (29), veio à tona que os irmãos também entraram com uma queixa-crime na Vara Criminal da Comarca da Capital do Rio de Janeiro, pedindo o indiciamento dela por crimes contra honra. Sobre esse novo desdobramento, Fontenelle declara: "Ele pode entrar com quantas queixas-crime ele quiser, que o que é dele está guardado", disse.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem