Celebridades

Tom Brady é retirado de parque fechado por coronavírus após ser visto se exercitando

Flagra aconteceu em Tampa, na Flórida

Tom Brady - Mike Segar/Reuters
São Paulo

O ídolo do futebol americano Tom Brady, 42, foi flagrado se exercitando em um parque fechado devido ao novo coronavírus e precisou deixar o local, informou na segunda-feira (20) a prefeitura de Tampa, na Flórida.

Brady se mudou para a cidade na Flórida após assinar contrato com o Tampa Bay Buccaneers, encerrando uma passagem de sucesso e de duas décadas no New England Patriots.

A prefeita de Tampa, Jane Castor, disse em coletiva de imprensa que o quarterback foi visto por uma patrulha quando se exercitava sozinho em um dos parques da cidade, que estão fechados como medida de combate à propagação da Covid-19.

"Sentimos muito, Tom Brady! Nossa equipe de parques mal pode esperar para te dar as boas-vindas em nossa comunidade com grandes sorrisos. Até lá, por favor, mantenha-se em segurança e em casa o quanto puder para ajudar a achatar a curva", escreveu a cidade de Tampa em sua conta no Twitter.

Brady, casado com a modelo brasileira Gisele Bündchen, anunciou em 20 de março que deixaria os Patriots, franquia com a qual conquistou seis títulos do Super Bowl, para assinar um contrato de duas temporadas com os Buccaneers no valor de US$ 50 milhões (R$ 264 milhões).

AFP
Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem