Celebridades

Solange Almeida fala sobre preconceitos que sofreu e recebe homenagem de Ivete Sangalo

Cantora esteve no quadro Arquivo Confidencial este domingo (19)

Solange Almeida
Solange Almeida - Fabio Rocha/Globo
São Paulo

Essa foi uma semana de muitas emoções para a cantora Solange Almeida, 45. Após confirmar sua separação de Leandro Andriani, 38, no último domingo (12), a artista foi a convidada do quadro Arquivo Confidencial, do Domingão do Faustão. 

Para o apresentador, a ex-vocalista da banda Aviões do Forró revelou que já sofreu muito preconceito e chegou a pensar até em desistir da carreira. “Eu mandava fita e pediam foto. Eu falava: ‘Você quer uma cantora ou uma modelo?’. Muita gente deixou de me contratar porque via que eu era gordinha", disse. 

“Teve um show em especial, no sul do país, quando eu entrei para cantar –nessa época eu já estava magra– tinha um grupinho de pessoas e, em uma dessas leituras labiais, vi aquelas pessoas falando sobre mim: ‘um bando de mulher feia’."

Mas, na ocasião, a baiana não deixou barato: "Parei o show e disse: ‘Ei, se somos feias, por que estão aqui?’. Coloquei todo mundo para fora", contou. Além disso, a cantora revelou que já foi chamada de "baleia", e que, no começo da carreira, ofereceram que ela dublasse a voz de uma cantora "mais bonita". 

Uma das surpresas do programa para a cantora foi um depoimento da amiga e colega de profissão, Ivete Sangalo. Para Almeida, a relação com a voz de "Tempo de Alegria" foi um "encontro de almas". 

A cantora homenageou Veveta quando participou do Show dos Famosos. "Me fez chorar, me emocionou dançando e cantando, me representando no programa", disse Sangalo, que acrescentou que a conexão entre as duas foi imediata. 

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem