Celebridades

Semifinalista do The X-Factor UK assume ter pagado por fotos íntimas de sete adolescentes

Danny Tetley ficou em sexto lugar na competição

Danny Tetley, semifinalista do X-Factor acusado de abuso sexual
Danny Tetley, semifinalista do X-Factor acusado de abuso sexual - Instagram/chiccaphoto03
São Paulo

O semifinalista do The X-Factor 2018 do Reino Unido, Danny Tetley, 39, se declarou culpado por abuso sexual de menores, ao assumir que pagou por fotos íntimas e com conteúdo sexual de sete jovens entre 14 e 16 anos. 

O cantor participou do programa musical até novembro de 2018, quando foi eliminado nas semifinais. As conversas com as vítimas entregues à Suprema Corte britânica aconteceram enquanto ele ainda estava na disputa: começaram em outubro de 2018 e terminaram em agosto de 2019.

Ao todo, mais de 10 mil mensagens de texto serão analisadas pelo juiz e as cinco vítimas mais recentes foram identificadas. O cantor também admitiu ter trocado dinheiro por fotos de dois meninos de 14 anos anteriormente. Na época, ainda no X-Factor, ele negou as acusações: "Esse tipo de coisa acontece há muito tempo, porque as pessoas não gostam de me ver bem. Eu nunca lidei com a fama muito bem. Não trabalhei tão duro para ser abatido", afirmou Tetley ao jornal The Sun.

Apesar de se declarar culpado por ter pedido pelas imagens, o cantor se declarou inocente pelas acusações de tirar fotos íntimas de crianças. De acordo com o Metro, parte das fotos seria de Categoria A –imagens com penetração explícita, atividade sexual com animais ou sadismo. 

Tetley está sob custódia até 24 de janeiro de 2020, quando será dada a sentença final. Ele chegou ser o sexto colocado no The X-Factor britânico e foi parte do time de Ayda Field. 

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem