Celebridades

Após Globo, Mariana Ferrão estreia canal no YouTube para ser 'pausa no meio do estresse'

Jornalista ficou por oito anos a frente do Bem Estar, ao lado de Fernando Rocha

Mariana Ferrão
Mariana Ferrão - Franklin Maimone
São Paulo

Há quase sete meses afastada da Globo, Mariana Ferrão estreia nesta terça-feira (15) seu próprio canal no YouTube para falar sobre saúde mental e emocional. A temática não é novidade para os seguidores da apresentadora, já que ela costuma falar sobre o assunto com textos, imagens e vídeos nas redes sociais.

O canal surge, segundo a jornalista, com o intuito de abrir espaço para um bate-papo com histórias inspiradoras e que falam sobre superação. "A missão é ser uma pausa no meio de tanta correria e tanto estresse. Que a gente tenha um momento para si mesmo", diz Ferrão. "Colocamos todo mundo na nossa agenda, mas qual foi a última vez que marcamos um compromisso para nós mesmos?"

Grata por seu passado na Globo, Ferrão busca desconstruir sua imagem de "loira, apresentadora e que trabalha na Globo". "Eu tinha muito medo de ficar na frente da notícia. Isso mudou quando eu me tornei mãe, percebi que o que fazia sentido para mim também poderia fazer sentido para outras pessoas", diz. "Estou aprendendo com esse lance de empreender. Antes tinha chefes, agora tenho uma equipe".

Os vídeos vão ao ar nas terças e sextas, às 11h, com quadros que, segundo a própria apresentadora, podem variar de acordo com a recepção do público. Para ela, os temas dos vídeos e a espiritualidade fazem parte de sua vida há muito tempo, uma vez que ela começou a meditar "por acaso" aos 12 anos, quando recebeu um livro sobre o assunto chamado "Visualização Criativa". "É minha pílula de conexão com minha própria essência", diz.

O canal de Ferrão faz parte do projeto Figuras Públicas do YouTube, que busca novos olhares sobre pessoas conhecidas publicamente, tratando de conteúdos inovadores. "Existe um interesse e demanda sobre essa figura pública no YouTube", diz João Branco, gerente de parcerias estratégicas do YouTube. "O que a gente faz é conversar com esses criadores e oferecer um suporte de desenvolvimento de canal".

O projeto já existe nos EUA há dois anos, mas no Brasil chegou apenas em 2019. Novos nomes ainda serão anunciados nos próximos meses –por enquanto, embarcarão no projeto Carolina Ferraz, Vinícius Junior, Felipe Titto, Otaviano Costa e a ex-BBB e ex-Video Show Ana Clara. "Pode ser uma nova forma de eles se conectarem com os fãs e inovarem em uma plataforma que ainda não estão", diz Branco.

Além do canal, Ferrão lança nesta terça também a plataforma online da Soul.Me, que oferece vídeos diários gratuitos focados em saúde mental e emocional, além de cursos online todo mês com exercícios, meditações guiadas e podcasts, por uma assinatura mensal de R$ 19,80.

Ela, que já teve depressão, diz que encarou a responsabilidade por sua saúde e agora quer contar novas histórias sobre isso. "A Soul.Me também nasce com a missão de gerar pertencimento", conta. "[Após a depressão] A saúde para mim também virou uma obsessão".

Em março deste ano, Ferrão revelou que estava saindo da TV Globo, deixando o programa Bem Estar, atração que apresentava desde a estreia, em 2011. Com contrato vencido na emissora, a apresentadora optou pela não renovação para se dedicar aos projetos pessoais. "A sensação é de liberdade, de ser eu mesma, de estar fortalecida para ser aquilo que eu sou", afirmou na época.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem