Celebridades

Homem que queria 'visitar' Taylor Swift é preso com 30 picaretas e bastão de beisebol

Ele estava próximo à casa da cantora, em Rhode Island

Taylor Swift, 29
Taylor Swift, 29 - REUTERS
São Paulo

Um homem foi preso no final de semana perto da casa da cantora Taylor Swift, 29, em Rhode Island (EUA), portando 30 picaretas, um instrumento para arrombar janelas e um bastão de beisebol. De acordo com autoridades locais, ele queria “visitar” a artista.

Informações do jornal local Liddle dão conta de que o rapaz, de 32 anos, “queria colocar os assuntos em dia” com Taylor e que ambos se conheciam. A polícia confirmou essa versão. 

Taylor, na ocasião, não estava em casa e não chegou a se assustar com o caso. Uma ordem de restrição também foi emitida para que ele fique longe de qualquer propriedade da artista norte-americana. Além disso, o suspeito foi submetido a uma avaliação mental.

Em março do ano passado, Taylor Swift já havia tido problemas semelhantes quando um homem invadiu por três vezes a sua casa em Manhattam. Ele foi preso as três vezes pelo mesmo crime. Em fevereiro de 2018, ele quebrou a porta do local com uma pá. Dois meses depois, em abril, foi detido dormindo na cama de Taylor.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem