Celebridades

Túlio Gadêlha rebate acusações envolvendo Rodrigo Maia: 'Ultrapassa o limite do bom senso'

Maria Gadú e Duvivier criticaram namorado de Fátima Bernardes

Túlio Gadêlha e Rodrigo Maia tomam café da manhã juntos
Túlio Gadêlha e Rodrigo Maia tomam café da manhã juntos - Reprodução Instagram/tulio.gadelha
 

São Paulo

Túlio Gadêlha, 31, respondeu nesta terça-feira (22) as críticas que recebeu por conta de uma foto que aparece tendo um encontro com Rodrigo Maia.

Através do stories do Instagram, ele compartilhou a foto que havia postado e escreveu: "Sabendo quando descobrimos que tem algo errado acontecendo?". "Quando percebemos que estamos perdendo a capacidade de dialogar".

Ele também publicou o clique com o comentário feito por Maria Gadú, e acrescentou: "Sabe quando descobrimos que tem algo errado acontecendo? Quando impomos com virulência nossa visão de mundo e isso ultrapassa o limite do bom senso".

Por fim, Gadêlha compartilhou o vídeo da ministra Damares Alves falando sobremeninos vestirem azul e meninas vestirem rosa.

"Quando percebemos que as forcas políticas progressistas não aprenderam com os erros que as forcas progressistas têm se tornado cada vez mais sectárias e raivosas. Nos atacar e nos dividir, não poder se o caminho".

E continuou: "Precisamos nos unir e reaprender a resistir, pois é certo que retrocessos virão, e independente do que falem ao meu respeito ou da forma que falem, mesmo sem os conhecer pessoalmente, sei que são excelentes pessoas, grandes artistas. Tenho carinho e admiração pelos dois", escreveu.

ENTENDA O CASO

O deputado federal Túlio Gadêlha (PDT), namorado da apresentadora da Globo Fátima Bernardes, 56, recebeu críticas de famosos após publicar uma foto em uma rede social em que aparece tomando café da manhã com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), 48, na semana passada.

A legenda de Gadêlha é oposição ao governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL), que decidiu ficar ao lado de Maia na disputa à reeleição à presidência da Câmara. 

Em longo texto em que diz que a "sociedade brasileira carece de diálogo" e que "a política tem o dever de ajudar a reconstruir essas pontes", Gadêlha também afirma ter sido (sic) "resistente ao apoio à Rodrigo". "E ainda penso que precisamos de um pouco mais de reflexão antes de tomarmos a nossa decisão", continuou Gadêlha.  

Não demorou para que Maria Gadú, Astrid Fontenelle e Gregório Duvivier o criticassem. "É sério isso? Já vai começar cagando na entrada?", questionou Duvivier, ao se referir ao início do mandato do deputado —eleito em outubro de 2018, Gadêlha tomou posse no começo de janeiro.

A discussão foi continuada por outras celebridades e pelo próprio Gadêlha nos últimos dias.

Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem