Celebridades

Rejeitado por Anitta, desafio de antes e depois vira febre entre famosos; veja fotos

#10YearChallenge, que propõe publicar fotos de 2009 e 2019, virou tendência entre celebridades

Sabrina Sato participa do #10YearChallenge
Sabrina Sato participa do #10YearChallenge - Reprodução Instagram/sabrinasato
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

A corrente da vez nas redes sociais é o #10YearChallenge (desafio dos 10 anos, em tradução livre do inglês), que propõe fazer um "antes e depois" com fotos de 2009 e 2019. 

Famosos como Tais Araújo, Ana Hickmann e Fábio Porchat, além de celebridades internacionais —casos, por exemplo, de Madonna, Reese Witherspoon, Jessica Biel e Viola Davis— aderiram à brincadeira no Instagram, rede social de compartilhamento de fotos e vídeos. 

"E aí, mudei muito? Quase não achei foto minha de 2009 aqui no celular, mas encontrei esse registro mais que especial da primeira vez que fui pra  Disney", escreveu Thais Fersoza na legenda da sua publicação. 

Já Sabrina Sato, que recentemente deu à luz sua primeira filha, aproveitou a deixa para se declarar para a pequena. "Em 2009 além da roupa faltava ela em minha vida. Em 2019 me sinto completa", escreveu a apresentadora da Record na legenda de uma montagem de fotos. 

Só Anitta não quis entrar na brincadeira. Segundo a cantora, há 10 anos ela ainda não tinha realizado plásticas, como a do nariz, e procedimentos estéticos, como o preenchimento labial. 

"Só eu não gosto desse negócio de #10YearChallenge? É negócio de postar foto de 10 anos atrás. Por que não é um? Dois? Até 5, que é quando fiz a última plástica. Não dá pra ser 20 anos atrás ou só 5? Não vou entrar não, gente. Vamos inventar outra corrente", brincou a artista em vídeos publicados no Stories do Instagram —em que as publicações desaparecem após 24 horas. 

CILADA?

No Twitter, a escritora Kate O'Neill atiçou internautas mais desconfiados ao levantar a hipótese de que a brincadeira pode ser, na verdade, um teste do Facebook com ferramentas de reconhecimento facial

No primeiro tuíte sobre o assunto, O'Neill afirmou que há dez anos ela teria entrado na brincadeira, mas que agora, em 2019 pondera sobre como "todos esses dados poderiam ser extraídos para treinar algoritmos de reconhecimento facial na progressão da idade".

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Mais lidas