Celebridades

Harry e Meghan devem se mudar do Palácio de Kensington antes da chegada do primeiro filho

Casal quer ir para o castelo de Windsor, a 30 km de Londres

Harry e Meghan durante evento em outubro
Harry e Meghan durante evento em outubro - AFP

Londres

O príncipe Harry, 34, e a mulher, Meghan Markle, 37, devem se mudar no começo do próximo ano, antes do nascimento de seu primeiro filho, anunciou neste sábado (24) o Palácio de Kensington.

“O duque e a duquesa de Sussex, que se preparam para a chegada de seu primeiro filho, querem se mudar para a residência de Frogmore, no Castelo de Windsor, no começo do ano que vem”, disse um comunicado do palácio.

Desde 2017, o casal vive em Nottingham Cottage, que faz parte do histórico Palácio de Kensington, residência oficial também do irmão de Harry, príncipe William, que vive ali com sua família.

A residência de Frogmore, um prédio de dois andares que data do século 19, fica dentro do castelo de Windsor, a cerca de 30 km de Londres, onde aconteceu em maio o casamento de Harry.

“Windsor é um lugar muito especial para suas altezas reais, e elas se mostram muito agradecidas por sua residência oficial ser naquele local”, assinalou o Palácio de Kensington. 

O anúncio contraria as expectativas de que Harry e Meghan se mudariam para um apartamento ao lado do príncipe William e Kate Middleton. O imóvel chegou a passar por uma reforma de 1,4 milhão de libras (R$ 7 milhões), segundo o jornal inglês Daily Mirror. Foram feitos reparos no teto, e as janelas dos 21 cômodos foram trocadas.

Harry e Meghan anunciaram a gravidez cinco meses depois do casamento. Segundo o The Telegraphy, o casal deu a notícia à rainha e aos outros membros da realeza em 12 de outubro, Dia da Criança, quando todos já estavam reunidos para celebrar o casamento da princesa Eugenie com Jack Brooksbank.

Como de costume, Meghan aguardou as 12 semanas para fazer o anúncio. Nessa semana, ela exibiu a barriga saliente durante o Royal Variety Performance, tradicional evento de gala beneficente realizado pela Família Real Britânica todos os anos. O bebê deve nascer na primavera inglesa —outono no Brasil. 

AFP
Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem