Celebridades

Aos 45, Latino investe em procedimento rejuvenescedor que é sucesso entre famosos

Laser promete resultados duradouros e pode ser usado no corpo inteiro

O cantor Latino na pré-estreia do filme "Duas de Mim", no Cinemark do shopping Pátio Paulista, em São Paulo
O cantor Latino na pré-estreia do filme "Duas de Mim", no Cinemark do shopping Pátio Paulista, em São Paulo - Folhapress

São Paulo

Na última sexta-feira (22), Latino começou um tratamento para rejuvenescer. A caminho dos 46 anos, o cantor compareceu a uma clínia estética em São Paulo para a sua primeira sessão com o Fotona 4D, máquina de laser que tem feito sucesso entre os famosos ao prometer resultados eficientes e duradouros.

O Fotona é um equipamento com diversos lasers que atuam contra a flacidez da pele, além de melhora o relevo, a textura e o contorno facial. A quarta dimensão que configura o nome "4D" vem da eficácia do método, que mantém seus efeitos por um longe período de tempo - a quarta dimensão.

"Não existe tratamento igual a este. Ele trata todas as camadas da pele, até o osso, sem a necessidade de recuperação", conta o dermatologista Ivan Rollemberg, responsável pelo tratamento de Latino e que já atendeu celebridades como Gabriela Pugliesi e Rodrigo Faro. "Além disso, a rotina de sol não atrapalha o tratamento. É uma revolução."

No mercado internacional há alguns anos, o Fotona só chegou ao Brasil recentemente - além do alto investimento requerido, faltava também a aprovação da Anvisa. 

Rollemberg afirma que cada sessão do Fotona 4D custa cerca de R$4,5 mil - o preço varia de clínica para clínica. Para obter bons resultados, são necessárias pelo menos três sessões, com um intervalo de dois meses entre elas.

Outro diferencial, segundo o médico, é que o Fotona 4D pode ser aplicado em peles de qualquer cor e no corpo inteiro. Inclusive em órgãos sexuais. "É possível usar o Fotona para aumentar a sensibilidade dos genitais e até diminuir o canal da vagina, aumentando a lubrificação."

Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem