Celebridades

Cissa Guimarães lamenta sentença do jovem que atropelou filho dela: 'Medo, tristeza e injustiça'

Cissa Guimarães lamentou nesta terça (3) a sentença da 1ª Câmara Criminal do Tribunal do Rio de Janeiro que manteve a condenação de Rafael Bussamra por homicídio culposo —quando não há intenção de matar. Em 2010, ele atropelou Rafael Mascarenhas, filho da atriz.

Roberto, pai, e Rafael Bussamra chegaram a ser presos, mas a ambos foi concedido habeas corpus para que pudessem esperar o julgamento do recurso em liberdade. Na época, Roberto foi acusado de tentar subornar policiais para que o filho não fosse preso.

"Saio com o peso da sentença: três anos e alguns meses de serviço comunitário para o atropelador/assassino do meu filho. Três anos e alguns meses de serviço comunitário por corrupção para o pai. Depois de terem feito isto, que serviços comunitários perigosos essas pessoas prestarão à nossa sociedade?", escreveu Cissa no Instagram.

A pena inicial de três anos e seis meses de detenção em regime semiaberto e suspensão da habilitação para dirigir foi revogada. Agora, Rafael terá de prestar serviços à comunidade. Roberto recebeu a mesma punição.

"Medo. Tristeza. Injustiça. Agradeço com o que restou do meu coração todas as manifestações de apoio, carinho e respeito que eu e minha família sempre recebemos nestes 6 anos sem nosso Rafa", completou a atriz.

Procurada, a assessoria de Cissa não respondeu até a publicação desta nota se a atriz apresentará recurso contra a decisão.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias