Celebridades

'Eu sentia que as pessoas não o compreendiam', diz Rihanna sobre Chris Brown

Capa da "Vanity Fair" de novembro, a estrela pop Rihanna, 27, falou sobre seu conturbado relacionamento com o cantor Chris Brown, condenado por agredi-la em 2009.

Mesmo após o caso de violência doméstica, os dois reataram o relacionamento. A cantora admitiu que acreditava que poderia mudá-lo. "Eu era muito protetora dele. Eu sentia que as pessoas não o compreendiam. Mesmo depois... Mas, sabe, você percebe depois de um tempo que, naquela situação, você é o inimigo."

"Você quer o melhor para eles, mas se você lembrá-los de suas falhas, ou dos momentos ruins que tiveram na vida, ou mesmo se você disser que está disposta a relevar algo, eles pensam menos de você —porque eles sabem que você não merece o que eles te darão."


"E, se você aguenta isso, talvez você esteja concordando que você merece isso, e foi quando eu finalmente tive que dizer: 'Oh-oh', eu era estúpida por pensar que poderia construir algo disso'. Às vezes, você precisa se afastar."

A cantora desabafou sobre o que sente pelo ex-namorado. "Eu não odeio ele. Eu vou me importar com ele até o dia de minha morte. Não somos amigos, mas não é como se fôssemos inimigos."

Rihanna também falou sobre sua imagem estar ligada a campanhas de combate à violência doméstica. "Muitas mulheres, muitas adolescentes continuam passando por isso. Muitos garotos também. Não é um assunto para se colocar debaixo do tapete."

"Mas, para mim, e para qualquer pessoa vítima de violência doméstica, ninguém quer nem lembrar disso. Ninguém sequer quer admitir. Então, falar sobre isso uma ou duzentas vezes é como... Eu tenho que ser punida por isso? Isso não me deixa confortável."

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias