Celebridades

'Os filhos dos primeiros fãs agora são meus fãs', surpreende-se ex-RBD Dulce María em SP

Sete anos após o fim da banda RBD, a mexicana Dulce María ainda arranca gritos, lágrimas e desmaios de fãs brasileiros, a maioria formada por pré-adolescentes.

Focada agora na carreira solo, ela não esconde que gostaria de desvincular um pouco sua imagem da memória da ex-banda, mas deixa claro que ama receber o imenso carinho dos fãs, remanescentes do fenômeno da dramaturgia "Rebelde" (2004-2006).

Em passagem por São Paulo para mais um show de sua carreira solo, nesta quarta-feira (22) —ela não faz ideia de quantas vezes já veio ao Brasil—, Dulce foi recebida por fãs, que mesmo na era da internet ainda têm o costume de fazer cartas.

"Recebo muitas cartas, longas, com desenhos, presentes, coisas que eles fazem... Acho ótimo, porque é uma maneira de eles se expressarem e se autoconhecerem", analisa Dulce, que enquanto dava entrevista ao "F5" recebeu uma pulseira de contas feita por uma fã e uma carta de três folhas, com trechos escritos em espanhol.

"Aprendi espanhol por sua causa", disse a fã, de dez anos, arrancando um sorriso na cantora.


Descendente de Frida Kahlo, a própria Dulce tem o costume de desenhar e pintar para se expressar. O livro "Dulce Amargo", do qual fez tarde de autógrafos da segunda edição, na última terça-feira (21), é cheio de desenhos e anotações pessoais da cantora.

"Quando você se expressa, isso te ajuda a saber o que você sente, a se conhecer. É muito importante na idade deles", defende ela, que pinta e desenha apenas por hobby e por enquanto não tem pretensão de expor ou vender sua arte.

GERAÇÕES

A explicação para a novela ainda fazer tanto sucesso, 11 anos depois, e com gente que na época ainda era nascida, está na internet e nas incontáveis reprises do SBT e do canal pago Boomerang.

Em 2011, o SBT exibiu uma versão brasileira de "Rebelde", com Lua Blanco e Sophia Abrahão nos papeis principais. Mas os fãs das duas versões são rivais. É quase um Palmeiras x Corinthians das novelas adolescentes.

"Os filhos dos primeiros fãs agora são meus fãs!", surpreende-se Dulce.

Ela estreou na novela aos 18 anos de idade e hoje tem 29. Apesar de se dizer focada na carreira solo, o visual ainda é o mesmo da época da banda teen: cabelos cor de vinho, com bastante apliques e babyliss para dar volume.

"Foi uma coisa que marcou essa geração e ultrapassou o tempo. É muito lindo sentir o carinho de tantas pessoas, de saber que podemos ajudá-los, passar mensagens positivas para os jovens. Os fãs brasileiros são como minha família", se derrete.

CARREIRA

Após se apresentar em São Paulo e Buenos Aires, na Argentina, Dulce ainda vai com sua turnê para a República Dominicana, Chile e Madrid.

Além dos shows, ela está trabalhando em seu terceiro álbum, mas "sem pressa", e fez a comédia musical "Rock of Ages", no México.

Namorando há dois anos o empresário Luis Rodrigo Reyes, ela afirma que ainda não pensa em casar e ter filhos. "Ele apoia muito minha carreira, e ainda não temos planos de casar. Um dia eu gostaria de ter uma família e casar, mas não agora".

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias