Celebridades

Editora de revista defende fotos do topless de Kate Middleton

A editora da revista "Closer", que publicou fotos de Kate Middleton fazendo topless, defendeu as imagens e disse que as pessoas estão exagerando.

Para Kate e William, invasão de privacidade lembra perseguição a Diana
Furiosos, Kate e William devem processar revista francesa que publicou topless

De acordo com o site "Telegraph", Laurence Pieau tentou minimizar a situação em uma entrevista a um canal francês.

"Houve um exagero em relação às fotos. O que vemos é um jovem casal, que acabou de se casar, que está muito apaixonado, que são esplêndidos", disse ela.

Crédito: Thomas Samson/France Presse Exemplares da revista "Closer" que publicou fotos do topless de Kate Middleton
Exemplares da revista "Closer" que publicou fotos do topless de Kate Middleton


Pieau também tetnou se justificar dizendo que qualquer mulher tira a parte de cima do biquíni para se bronzear.

"Ela ela uma verdadeira princesa do século 21. [A foto] é uma mulher que está de topless, o mesmo que você vê em qualquer praia da França ou pelo mundo".

Em um comunicado no site, a revista aproveitou para avisar que não vai tirar as fotos do ar.

"A propósito dos comentários feitos sobre a publicação das fotos de Kate e William na edição francesa da 'Closer', a direção da revista deseja fazer os seguintes esclarecimentos. As fotos que nós selecionamos não são de forma nenhuma degradantes. Elas mostram um jovem casal, bonito, apaixonado e moderno em sua vida normal. O artigo descreve a tarde que os dois passaram recentemente no sul da França", diz o comunicado.

Segundo a revista, as fotos foram tiradas durante uma estadia do casal real em um castelo de um sobrinho da rainha Elizabeth 2ª na Provença, ao sul da França.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias