Bichos

Inglês encerra busca de 15 anos e encontra beija-flor raro em Pernambuco

Stephen John Jones encontrou subespécie do rabo-branco-de-margarette

O beija-flor rabo-branco-de-margarette, registrado pelo inglês Stephen John Jones
O beija-flor rabo-branco-de-margarette, registrado pelo inglês Stephen John Jones - Reprodução
São Paulo

Um entusiasta de aves encontrou, depois de uma busca de 15 anos, uma espécie rara de beija-flor em Pernambuco. Trata-se do rabo-branco-de-margarette, que o professor inglês Stephen John Jones procura desde que se mudou para o estado.

No Brasil, o animal, de nome científico Phaethornis margarettae, ocorre na Bahia, em Alagoas e em Pernambuco. Nos últimos dois, existe uma subespécie, chamada camargoi, que é ainda mais rara.

"Muitos achavam que ela estava extinta em Pernambuco, porque ela habita a mata atlântica de baixada com feições primárias, que é uma raridade por aqui", explica Jones. "Devido à forma como ela se alimenta, ela precisa percorrer distâncias grandes e fica difícil prever sua localização."

Foi justamente por esses hábitos que o inglês demorou tanto para finalmente avistar a ave. "Eu sempre quis achar essa espécie em Pernambuco, onde moro", afirma.

Atualmente, ele contribui com o banco de espécies do WikiAves, que reúne fotos, hábitos e outras informações de pássaros encontrados no Brasil.

"No início, 15 anos atrás, eu não me importava tanto [de não conseguir encontrar a subespécie], porque havia outras espécies que eu também não tinha registrado [no WikiAves]. Com o tempo, foi virando quase uma obsessão, e nos últimos três anos ela se tornou o alvo principal das minhas passarinhadas."

Com interesse por pássaros há muitos anos, graças a uma herança de seus pais, Jones viu seu hobby ficar mais sério em 1995, quando passou a se interessar também por fotografia.

Pouco depois, já no Brasil, começou a colaborar para o registro da fauna pernambucana, que ele considerava pouco estudada.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem