Bichos

Por acidente, dona despacha gato dentro de caixa para o outro lado do país

Caso aconteceu no Canadá; o felino Baloo já retornou para casa são e salvo

Depois de ser enviado para o outro lado do país, o gato Baloo finalmente reencontrou seus donos
Depois de ser enviado para o outro lado do país, o gato Baloo finalmente reencontrou seus donos - NBC/Reprodução

São Paulo

A vida é uma caixinha de surpresas e, algumas vezes, um gato pode ser uma delas.

A notória predileção dos felinos por caixas de variados tamanhos, contudo, custou caro para o gato Baloo, que, ao tirar um cochilo dentro de uma embalagem de papelão acabou sendo enviado por engano por sua dona para o outro lado do Canadá, completando um périplo de quase 2.400 quilômetros. 

O caso aconteceu no estado de Nova Escócia, no extremo leste do Canadá. Na ocasião, a dona de Baloo, Jackie Lake, estava embalando amparas de pneu para enviá-las à província de Alberta, do outro lado do país.

Foi então que o sorrateiro Baloo elegeu a caixa que continha os envios como um excelente lugar para tirar uma soneca. Jackie, que não percebeu que o gato estava dentro da caixa, acabou realizando o envio normalmente.

Foi só ao voltar para casa que ela se deu conta de que algo estava faltando. Durante quatro dias, Jackie e os vizinhos procuraram Baloo insistentemente.

Foi só então que Jackie recebeu uma ligação da Sociedade para a Prevenção da Crueldade contra Animais, que informou que seu gato havia sido encontrado por um funcionário dos correios em Montreal. A identificação só foi possível porque Baloo contava com um microchip com os dados da dona. 

"Eu realmente estava começando a perder as esperanças de que ele voltaria", disse Lake em uma entrevista para um canal de televisão canadense. "Ele é um gato muito dócil, mas é muito curioso e entra nas coisas". 

A história, contudo, teve um final feliz. Voluntários da Sociedade para a Prevenção da Crueldade contra Animais propiciaram a viagem de Baloo de volta para casa, desta vez de maneira mais ortodoxa do que empacotado em uma caixa.

Cinco dias e 2.400 quilômetros depois, Baloo estava de volta ao lar. 

Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem