Tony Goes

E agora, o que acontece com a carreira de José Mayer?

O padrão é recorrente. Primeiro, uma mulher faz uma denúncia, que é recebida com espanto e descrédito. Mas, logo em seguida, dezenas de outras criam a coragem para fazer o mesmo e um assediador finalmente é desmascarado.

Foi assim com o médico Roger  Abdelmassih, que, durante anos, molestou as pacientes de sua clínica de fertilidade. Foi assim com o comediante americano Bill Cosby, que chegava a colocar sonífero na bebida de suas vítimas.

Guardadas as devidas proporções, também está sendo assim com o ator José Mayer, que na sexta-feira (31) foi acusado de assédio sexual pela figurinista Susslem Tonani, numa carta aberta publicada pelo blog #AgoraÉQueSãoElas, da Folha.

A repercussão foi imediata, ainda mais porque o depoimento foi retirado do ar e só voltou depois que o próprio acusado deu sua versão dos fatos. Pipocaram teorias de conspiração: a poderosa Globo estaria tentando abafar o caso.

É verdade que, num primeiro momento, a emissora se absteve de qualquer comentário. Mas, então, algo inédito aconteceu: suas próprias funcionárias se levantaram numa espécie de motim.

Primeiro Letícia Sabatella publicou em seu perfil no Facebook que "José Mayer não se emenda, hein?". O texto depois foi apagado, mas a onda se espalhou.

E ganhou forma: dezenas de atrizes, diretoras e profissionais das mais diversas áreas da Globo aderiram à campanha "Mexeu com Uma, Mexeu com Todas", posando com a camiseta do movimento nas redes sociais.

Alice Wegmann comenta caso de assédio envolvendo José Mayer ***  ****
Alice Wegmann usa camiseta de campanha contra o assédio - Reprodução/Instagram

A emissora manifestou solidariedade às suas funcionárias e afastou José Mayer da próxima novela que estava escalado. A notícia chegou a ser dada na edição desta terça (4) do "Jornal Hoje", o que surpreendeu muita gente. O apresentador Evaristo Costa também leu no ar a carta em que Mayer faz um mea-culpa.

E agora, o que acontece com ele? Pelo jeito, não volta mesmo à TV tão cedo. Primeiro, porque estrelou uma novela que acabou de terminar: é normal que um astro de sua magnitude descanse a imagem por pelo menos um ano.

Mas é difícil crer que essas atrizes todas aceitem contracenar com Mayer num futuro próximo, apesar de seu pedido público de desculpas. Inclusive para servir de exemplo: consta que ele estaria longe de ser o único assediador contumaz do Projac.

Mayer raramente faz teatro ou cinema, e provavelmente sumirá de circulação por algum tempo. Mesmo assim, duvido que boa parte do público o rejeite. O machismo está entranhado na nossa cultura de tal maneira que já há quem diga que o ator não fez nada de mais.

Afinal, até o goleiro Bruno tem fãs que lhe pedem selfies.


Tony Goes

Tony Goes tem 56 anos. Nasceu no Rio de Janeiro, mas vive em São Paulo desde pequeno. Já escreveu para várias séries de humor e programas de variedades, além de alguns longas-metragens. E atualiza diariamente o blog que leva seu nome: tonygoes.blogspot.com

Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem