Você viu?

Dia da Árvore: Conheça sete árvores famosas que viraram atrações turísticas

Espécies impressionam pela beleza, resistência, tamanho e idade

Árvore da Vida, no Bahrein, no Oriente Médio Divulgação

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

As árvores são o maior patrimônio ambiental. Mais do que abrigo para pássaros e sombra para animais, elas são fundamentais contra o aquecimento global. Em 2019, um estudo mostrou que a melhor maneira de controlar a mudança do clima seria reflorestar uma área do tamanho dos Estados Unidos.

Sendo assim, nada mais justo do que ter um dia para celebrar a importância das árvores e conscientizar as pessoas sobre isso. A data é festejada nesta terça-feira, 21 de setembro, véspera do início da primavera no Hemisfério Sul. Mas há outras datas equivalentes, como a Festa Anual da Árvore, em 21 de março.

Para marcar esse dia, o F5 separou sete árvores encantadoras que acabaram virando atração turística. Localizadas em países como Estados Unidos, Inglaterra, Bahrein e Brasil, essas árvores impressionam seja por sua beleza, resistência ou por seu tamanho e idade impressionantes. Veja abaixo a seleção.

Sangue de Dragão

A árvore Sangue de Dragão tem um formato que lembra um guarda-chuva e parece ter sido talhada a mão. Ela está localizada na Ilha de Socotra, que faz parte do Iêmen, e é chamada pelos turistas de lugar com paisagem alienígena do mundo.

Velhinha brasileira
A árvore mais velha do Brasil é um jequitibá-rosa, chamado de Patriarca, com cerca de 3.000 anos, localizado no Parque Estadual do Vassununga, em Santa Rita do Passa Quatro, interior de São Paulo. Especialistas estimam que a árvore, que tem mais de 40 metros de altura, tenha sequestrado ao longo da sua existência mais de 132 toneladas de CO2, que provoca efeito estufa.

Esconderijo do Robin Hood
Diz a lenda que Robin Hood e seus homens usavam como esconderijo secreto o carvalho Major Oak, na Floresta de Sherwood, em Nottinghamshire, na Inglaterra.
Com uma idade aproximada de 1.000 anos, a árvore tem uma copa impressionante de 28 metros e uma circunferência de tronco de 11 metros.

Matusalém
O Matusalém é considerado o pinheiro mais antigo do mundo, com 4.852 anos, e tem esse nome em homenagem ao personagem bíblico que viveu mais tempo.
​A árvore está localizada em uma área remota entre a Cordilheira de Sierra Nevada na Califórnia e a fronteira de Nevada, na Floresta Nacional de Inyo, na Califórnia.

Árvore da vida
A Árvore da Vida, no Bahrein, no Oriente Médio, já sobrevive há ao menos 400 anos no deserto sem água por perto. O maior mistério dessa árvore é a sobrevivência em um cenário adverso com tempestades de areia e temperaturas que chegam a atingir 49ºC.

Gigante
A General Sherman é a maior sequoia em volume e a mais famosa do Parque Nacional das Sequoias, na Califórnia, nos Estados Unidos. A árvore tem 83,8 m de altura e 7,7 m de diâmetro, fazendo com que qualquer pessoa fique minúscula perto dela.

Maior cajueiro
No Rio Grande do Norte, vive o maior cajueiro do mundo com 9.154 metros quadrados de área. Com seu tamanho, produz mais de 60 mil cajus por ano.
A árvore de 132 anos possui uma anomalia genética que faz com que seus galhos cresçam muito para os lados, fazendo encostar o chão e criando raízes que se espalham e dão continuidade ao crescimento.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem