Viva Bem
Descrição de chapéu Personare

Técnicas de respiração ajudam nos momentos de crise emocional e mental

Respiração costuma avisar o que está acontecendo em seu corpo

Técnicas e exercícios para momentos de crises emocionais e mentais - Personare
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Simone Kobayashi
São Paulo
personare

Administrar os momentos de crise nem sempre é fácil. Sempre que você perceber que está entrando em uma crise mental ou uma crise emocional é importante prestar atenção na sua respiração. É a respiração que avisa o que está acontecendo e com ela também intervimos e mudamos o jeito de reagir.

Nesta sequência de técnicas, há respirações e exercícios energéticos para apoiar você em momentos antes de uma crise, mas tendo discernimento para procurar ajuda especializada sempre que necessário. Veja o passo a passo e faça sempre que precisar.

PARTE 1

É a respiração lenta e profunda, que chamo de “flow”, de fluir. É para fazer fluir a energia com ritmo e harmonia.

> Comece pela respiração abdominal e depois torácica: na inspiração encha a barriga e depois o peito. Na expiração solte a barriga e depois solte o peito. Repita essa respiração “flow” lenta e profundamente por 10 vezes.

> Dica: Deite-se, de olhos fechados com uma mão na barriga e outra no peito. Perceba o subir da mão na barriga, depois da mão do peito. Em seguida, o descer da mão da barriga e da mão do peito. Concentre-se só no entrar e sair do ar.

PARTE 2

A respiração forte e intencional, que chamo de “boot”. É como se tirasse a gente da tomada por 10 minutos para começar de novo. Essa respiração é para ser feita em sequência por três vezes no máximo e por período do dia (manhã e noite, por exemplo).

> Deite-se ou sente-se confortavelmente;

> Inspire forte para dentro usando toda sua capacidade de entrada. Solte expirando todo ar, com ritmo um pouco rápido, por 30 vezes;

> Na última vez que inspirar, segure o ar dentro por um minuto. Nesse tempo, vá relaxando a testa, a bochecha, o maxilar, o pescoço e, por último, os ombros;

> Quando sentir necessidade, expire suavemente e segure o ar de novo, mas agora com os pulmões vazios por 10 segundos. Arrume as costas, “olhe para dentro” e visualize o topo da sua cabeça;

> Inspire como se estivesse saindo de um mergulho.

PARTE 3

Cruzar a energia –o objetivo é fazer a energia circular espiralada, como os nossos canais de energia centrais fazem

> Esfregue as mãos uma da outra, fique em pé e chacoalhe o corpo, pode até dar uns pulinhos para ativar.

> Mão direita vai ao ombro esquerdo. Inspire e pressione o ombro por dois segundos. Depois desça a mão transversalmente, expirando. Cruze-a na frente do corpo até chegar na posição lateral direita.

> Mão esquerda vai ao ombro direito. Inspire e pressione o ombro por dois segundos. Depois desça a mão transversalmente, expirando. Cruze-a na frente do corpo até chegar na posição lateral esquerda.

Repita três vezes cada sequência.

PARTE 4

Exercício do chakra frontal para energizar o mental com ordem e harmonia

> Esfregue as mãos para aquecer.

> Coloque uma mão espalmada na testa e a outra mão espalmada na nuca.

> Inspire profundamente por três vezes.

> Troque as mãos e repita a respiração.

PARTE 5

Exercício do coronário –ativação dos pontos dos meridianos da nossa cabeça e conexão do nosso coronário com o alto, o alto sendo nossa melhor versão como ser humano mais evoluído.

> Primeiro coçar a sua cabeça toda para ativar todos os pontos energéticos da cabeça.

> Na linha mediana da cabeça, começando da linha do cabelo coloque as duas mãos em paralelo como o coçar, mas abra como se estivesse abrindo a sua cabeça.

> Posicione as mãos um pouquinho mais para trás ainda na linha mediana e repita abrindo a cabeça.

> E mais um pouquinho para trás e abre.

Essa é uma sequência para ser feita inteira, partes de 1 a 5, para apoiar em momentos de crise. Para uma orientação personalizada, que considere as suas questões pessoais e dificuldades, a consulta individual pode ser indicada.

O mais importante é que você se cuide. E lembre-se: além de cuidar da mente e das emoções, siga as recomendações para manter sua saúde física.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem