BBB21

BBB 21: Pássaro de Fernando de Noronha é batizado em homenagem a Juliette

Fêmea de sebito, que só existe na ilha, ficou 'bem arretada' ao ser capturada

Pássaro é batizado com nome de Juliette, participante do BBB 21
Pássaro é batizado com nome de Juliette, participante do BBB 21 - Instagram/@avesdenoronha
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

Pesquisadores do projeto Aves de Noronha resolveram batizar um pássaro encontrado na ilha com o nome de Juliette, participante do BBB 21 (Globo). A informação foi divulgada por eles e fez sucesso nas redes sociais.

"Sim, nós batizamos uma passarinha de Juliette", explicaram no perfil do projeto. "Sabe porque batizamos essa passarinha de Ju? Na hora que a gente capturou para colocar a anilha de identificação, a passarinha não deixou barato e ficou bem arretada. Mas vai me dizer se as duas não se parecem? Elas inclusive usam o mesmo delineador."

Os pesquisadores ainda chamaram a atenção para o fato de que o pássaro "corre risco de desaparecer". "Das 75 espécies de aves de Noronha, duas só existem lá e em nenhum outro lugar do mundo", disseram. "Elas estão ameaçadas e correm o risco de desaparecer do planeta. É a cocoruta (Eleania ridleyana) e o sebito (Vireo gracilirostris), espécie da nossa Juliette noronher."

"O nosso anilhamento serve para monitorar as espécies de aves ameaçadas de Fernando de Noronha ao longo dos anos", contaram. "Com a ajuda dos moradores locais e de turistas, toda vez que uma ave usando anilha for avistada, o observador faz um registro indicando onde ela estava e o que ela estava fazendo. O nome disso é Ciência Cidadã e é uma das melhores maneiras da gente saber o que está acontecendo com a espécie e poder traçar estratégias efetivas de Conservação."

Além de estudos científicos com as aves locais, os pesquisadores estão capacitando guias locais para o turismo de observação de aves. Eles também fazem ações de educação ambiental de turistas e moradores.

"Salvar espécies da extinção custa caro e o projeto precisa de mais apoio", lamentaram. "Um dos nossos sonhos é publicar um livro sobre as aves da ilha. Para isso, há um investimento inicial necessário."

O perfil oficial de Juliette gostou da publicação e compartilhou. "Muito massa isso!!! Queremos que os cactos leiam esse fio inteiro e ajudem se puderem", agradeceu. "Manda um beijo pra Cecília [Licarião, diretora do Projeto Aves de Noronha] e agradece a ela pela homenagem."

Os pesquisadores ficaram felizes com a interação. "Em chooooooque com Juliette Freire falando sobre a gente no Twitter! Estamos sonhando aqui já imaginando um encontro de Juliettes na ilha!", disseram.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem