Televisão

Globo anuncia que 'Malhação' só terá nova temporada em 2022

Em 25 anos, emissora nunca ficou um ano inteiro sem episódios inéditos

As atrizes Heslaine Vieira, Ana Hikari, Gabriela Medvedovski, Daphne Bozaski e Manoela Aliperti em "Malhação - Viva a Diferença"
As atrizes Heslaine Vieira, Ana Hikari, Gabriela Medvedovski, Daphne Bozaski e Manoela Aliperti em "Malhação - Viva a Diferença" - Ramon Vasconcelos/Rede Globo
São Paulo

Nesta quarta-feira (7), a Globo informou que "Malhação" só vai ter uma temporada inédita em 2022. A emissora afirmou que, até lá, vai continuar exibindo reprises da novela adolescente.

A próxima temporada inédita está sendo escrita por Priscila Steinman, que também é atriz e fez o papel de Sofia em "Totalmente Demais" (no ar em reprise na faixa das 19h). A Comunicação da Globo diz que é esse o texto que vai ser produzido para exibição em 2022.

"As reapresentações especiais programadas pela TV Globo serão suficientes para cobrir o slot ao longo de 2021", dise em nota enviada ao F5. Atualmente, está no ar "Malhação - Viva a Diferença", exibida originalmente entre 2017 e 2018. A emissora não revelou qual temporada entrará na sequência.

Além de vários estreantes, estavam escalados para os papéis adultos Malvino Salvador, Regiane Alves, Mel Lisboa e Marcello Novaes, entre outros. De acordo com o jornal Extra, os atores reservados para a nova temporada já começaram a ser dispensados.

Inicialmente, as gravações da nova temporada estavam marcadas para março deste ano, mas a pandemia interrompeu inclusive o final da temporada anterior ("Malhação - Toda Forma de Amar"), que teve seu desfecho antecipado em cerca de um mês.

As últimas cenas tiveram participação apenas dos atores Alanis Guillen e Pedro Novaes, que interpretavam os protagonistas Rita e Filipe. Eles apenas narraram o que aconteceria com os outros personagens enquanto apareciam imagens gravadas anteriormente.

Vale lembrar que "Malhação" é o produto de dramaturgia mais longevo da Globo. Está no ar desde 1995, com poucas interrupções (como no caso da Copa de 2014). Contudo, a emissora nunca ficou um ano inteiro sem uma temporada nova.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem