Televisão

Globo demitiu Cartolouco por jornalista exceder em brincadeiras; foto na privada foi gota d'água

Jornalista Lucas Strabko acumula polêmicas desde 2018 na emissora

Lucas Strabko no momento em que foi demitido da Globo - Instagram/cartolouco
São Paulo

A Globo decidiu demitir o jornalista Lucas Strabko, 25, conhecido como Cartolouco, por causa do excesso de brincadeiras. O F5 apurou que a emissora ficou irritada ao ver um de seus profissionais satirizar o desafio do papel higiênico, feito por celebridades em meio à pandemia do novo coronavírus.

Ao replicar a brincadeira, Cartolouco publicou uma foto com ele se limpando em uma privada. A piada foi considerada pelos diretores da emissora como insustentável. A postagem ocorreu em março e logo foi apagada da rede social. Segundo fontes ouvidas pelo F5, essa foi a gota d’água para que a Globo revisse a liberdade dada a ele para fazer reportagens.

Strabko foi chamado pela cúpula da emissora para prestar esclarecimentos antes de sair de férias. Ao retornar, no começo de abril, ele foi demitido.O desligamento teria ocorrido em um tom mais leve e até algumas risadas rolaram de ambas as partes.

Em fevereiro de 2020, a guerra de álcool em gel com um outro colega de Redação durante uma entrada ao vivo no Globo Esporte, edição local de São Paulo, foi muito criticada pelo alto escalão da emissora. A repórter Fabíola Andrade fazia a transmissão quando todos puderam ver o que acontecia atrás dela. O fato de o público ter gostado e o vídeo viralizado só piorou a situação de Strabko.

O futuro de Lucas Strabko ainda é uma incógnita. Nas redes sociais, ele brincou de pedir emprego para todas as emissoras que existem. Até para a Fox Sports e para Benjamim Back ele pediu uma chance. Ambos já foram motivo de piada do jornalista enquanto apresentador do SporTV.

Procurada, a Globo se resumiu apenas a uma nota curta e objetiva. “Lucas Strabko, o Cartolouco, não faz mais parte da equipe do Esporte da Globo”. Já o próprio Strabkonão quis comentar o assunto e apenas confirmou que foi demitido.

RELEMBRE POLÊMICAS

‘PEQUENININHO’ - Durante o jogo entre Ceará e Vasco pela última rodada do Brasileirão de 2018, Cartolouco assistiu ao jogo das arquibancadas do time cearense. Porém, na festa do time cearense ele entrou no coro da torcida com provocação ao rival, Fortaleza. Ele disse que o Fortaleza era ‘pequenininho’. Lucas acabou na geladeira por um tempo e fora do painel do esporte da Globo na Comic Con daquele ano.

ESCUDO VIRADO - Numa das vezes em que apresentou o É Gol, do SporTV, Lucas virou o escudo do Fluminense de cabeça para baixo e isso irritou a torcida carioca. Ele fez uma alusão aos rebaixamentos do clube tricolor.

PROVOCAÇÃO À FOX - Lucas, em 2018, também chamou a Fox Sports de “Fofox”, apelido pejorativo usado para dizer que no canal só tem fofoca. E criticou Benjamin Back, apresentador do canal rival.

GUERRA DE ÁLCOOL GEL - Durante uma entrada ao vivo da repórter Fabíola Andrade, em fevereiro de 2020, Lucas foi visto ao fundo da imagem fazendo uma guerra de álcool gel com outro componente da redação. Isso pegou mal e, na época, Lucas se explicou dizendo que tomou uma ‘bronquinha’. Mas a consequência foi a saída dele do Globo Esporte SP.

PAPEL HIGIÊNICO - Com a pandemia do novo coronavírus, muitos atletas brincaram de fazer desafios de habilidade com rolos de papel higiênico. E Cartolouco satirizou esses desafios ao publicar uma foto sentado na privada, pelado, como se estivesse se limpando. A imagem saiu do ar logo depois. Foi a gota d’água.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem