Fofices

Bebê com adornos indígenas viraliza na internet

Kalel ganhou o nome em homenagem ao Superman

Kalel em ensaio fotográfico vestido de índio
Kalel em ensaio fotográfico vestido de índio - Miqueias Rosa/Divulgação
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

Um casal decidiu trocar o tradicional bolo de mervesário do filho por um ensaio fotográfico do bebê vestido de índio. As fotos de Kalel, oito meses, feitas pelo pai, fotógrafo Miqueias Rosa, 32, viralizaram nas redes sociais e foram compartilhadas por 10 mil pessoas.

“A gente queria fazer [o ensaio] para deixar de lembrança. O pessoal faz bolinho [de merversário] e a gente definiu os ensaios fotográficos, já que eu sou fotógrafo preferi fazer o ensaio”, afirma.

O pai, que mora na cidade de Pauini, cidade no sul do Amazonas, disse que decidiu usar o tema indígena em homenagem ao Dia do Índio, comemorado em 19 de abril. “Publiquei as fotos no Instagram e no Facebook. Um amigo meu fotógrafo de Manaus pediu para compartilhar no Facebook e foi só se alastrando, está com 10 mil compartilhamentos”, diz.

Parte das fotos do bebê foram feitas no estúdio fotográfico e o restante em uma área verde em frente da casa da família. Os adornos utilizados foram cedidos por uma amiga indígena, da etnia Apurinã. “O avô materno dele é descendente da tribo Apurinã, que habita na área do rio Purus, que banha Pauini”, explica o pai.

Rosa conta que fez outros ensaios do filho vestido Papai Noel, Kiko do seriado mexicano Chavez e comendo frutas para lembrar a introdução alimentar. O bebê, que se chama Kalel em homenagem ao nome verdadeiro do Superman, também fez fotos fantasiado de super-herói.

Segundo o pai, as fantasias são definidas pela mãe do bebê, que faz a produção das fotos com a ajuda da sobrinha. Para o próximo ensaio, eles estão em dúvida entre dois temas: cowboy e academia de crossfit. “A minha esposa é que decide”, enfatiza.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem