Cinema e Séries

Seu Jorge pediu ajuda de Mano Brown para viver líder de facção na série 'Irmandade'

Trilha sonora da produção destaca sucesso dos Racionais MC's

seu jorge como Edson, na prisão
Seu Jorge vive Edson, líder e fundador de uma facção criminosa - Aline Arruda/Netflix
Fabiana Schiavon
São Paulo

O cantor e ator Seu Jorge interpreta Edson, um dos fundadores e líderes da facção criminosa "Irmandade" –título da nova série da Netflix, que estreia dia 25 de outubro.

Edson é irmão de Cristina (Naruna Costa), uma advogada do Ministério Público que passou 20 anos longe dele até se ver atraída a ajudá-lo. Ao mesmo tempo, ela se vê obrigada a auxiliar também a polícia a desmembrar a facção criada pelo criminoso.

O personagem de Seu Jorge passa dentro da prisão a maioria dos oito episódios da série, por isso, ele estudou o comportamento de quem já foi presidiário e também as gírias paulistanas. O ator é carioca e a série se passa na década de 1990, em São Paulo.

"Tive uns amigos que me ajudaram, como o Mano Brown, que me dizia, 'hei, os caras não falam assim não, hein?", conta Seu Jorge, que fazia crochê nos bastidores para relaxar. 

A trilha sonora da série tem música tema o sucesso "Capítulo 4, Versículo 3", do icônico álbum "Sobrevivendo no Inferno", de 1997, mesma época em que a história é contada.

Juntos como protagonistas, Naruna e Seu Jorge contam que levaram muito de sua infância e experiência de crescer como negros na periferia à construção da série. Naruna, 36, em São Paulo, e Seu Jorge, 49, no Rio. "Ouvir a história dele de infância foi muito enriquecedor e achei tão parecida com a minha,  mesmo sendo de outro lugar e de outra década. São historias que se cruzam  por ser parte do dilema que vivemos. Parecia o mesmo quintal, de gerações diferentes", diz Costa.

A direção é de Pedro Morelli ("Cidade dos Homens", de 2002-2005/2017-2018) e "Entre Nós" (2014).

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem