Cinema e Séries

Beyoncé lança documentário e álbum ao vivo simultaneamente

'Homecoming: The Live Album' possui 40 faixas e está disponível nas plataformas de streaming

Beyoncé no clipe “Formation” - Reprodução

Maurício Dehò
São Paulo

A cantora Beyoncé, 37, lançou nesta quarta-feira (17), junto à Netflix, seu documentário "Homecoming", que retrata os bastidores e a apresentação no Coachella de 2018, marcado por sua homenagem às raízes negras. A surpresa foi que ela lançou de surpresa um álbum ao vivo, com as músicas daqueles shows.

Beyoncé tocou duas noites no Coachella 2018 e agora, além dos detalhes que são destrinchados no documentário, os fãs tem 1h49min de música. "Homecoming: The Live Album" tem 40 faixas daquelas duas apresentações, históricas por ela ser a primeira negra como headliner do festival.

No início da madrugada, mais uma novidade chegou a ser cogitada. O site de letras de música Genius postou uma imagem escrita "B7", indicando que um álbum de inéditas também pode estar prestes a ser lançado. No entanto, o site caiu e em seu lugar aparece a página referente a "Homecoming: The Live Album".

Quanto ao documentário, são 2h16min, com muitos longos momentos dos shows no Coachella. Os primeiros 15 minutos são dedicados a imagens das apresentações, antes que entre a parte documental, com depoimentos e explicações sobre o resgate da cultura negro que Beyoncé pretendeu trazer com aqueles shows. A banda marcial negra, por exemplo, foi uma homenagem às faculdades e universidades negras. Show e documentário se intercalam até o fim.

Beyoncé também fala muito das dificuldades de ter tido gêmeos pouco antes do Coachella e de quão duro foi retomar a rotina de dança para estar bem para o Coachella. Os bebês ficavam em um trailer e ela amamentava nos intervalos dos ensaios. "Meu corpo ainda não estava lá. Minha mente não estava presente, ela queria estar com meus filhos", diz ela.

"Estou tentando descobrir como ser uma mãe de uma criança de seis anos e de gêmeos que precisam de mim. Fisicamente, foi um malabarismo", explicou a cantora, que fez uma dieta restritiva pesada para estar em forma no Coachella, apesar de admitir: "Estou com fome".

O lançamento coincide com o Coachella 2019, que teve recentemente seu fim de semana de abertura. No próximo fim de semana há a série de shows final do festival, com Tame Impala, Ariana Grande e Childish Gambino como atrações principais.

UOL
Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem