Aviso
Este conteúdo é para maiores de 18 anos. Se tem menos de 18 anos, é inapropriado para você. Clique aqui.

Celebridades

João Guilherme vê preconceito em críticas por namorar mulher mais velha

Filho de Faustão, de 18 anos, tem relação de três meses com modelo de 33 anos

João Guilherme Silva com a namorada, Schynaider Moura - 26.mar.2022/AgNews
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

Filho de Fausto Silva, o apresentador João Guilherme Silva, 18, não tem gostado de ver comentários a respeito de seu namoro com a modelo Schynaider Moura, 33, que tem 15 anos a mais do que ele.

Em entrevista à revista Piauí, disse que considera preconceituoso quem não aceita seu relacionamento que começou há três meses. "Eu vejo como preconceito mesmo. Como diz a música do Lulu Santos, consideramos justa toda forma de amor", disse.

Schynaider é mãe de três filhas de seu relacionamento anterior, mas isso não é um empecilho para Guilherme. "Não gosto que a minha vida pessoal seja notícia, mas entendo o interesse das pessoas. Faz parte."

A primeira aparição pública entre ambos em clima de romance foi em um final se semana em Angra dos Reis (RJ), em janeiro. Ela já foi casada com o irmão do empresário Álvaro Garnero, Mário Garnero, pai das meninas.

Atualmente, João Guilherme comanda o programa com o pai na Band. Em recente entrevista ao F5, ele contou que vem sendo treinado pelo pai há pelo menos três anos e que não caiu de paraquedas na TV.

"Meu pai já vem conversando comigo sobre eu estar na TV há dois ou três anos. Não foi de um dia para o outro que fui para o ar. Ele plantava essa semente. Claro que não sabia que a estreia seria logo ao lado dele, mas agora é um momento especial", avaliou.

Recentemente, João Guilherme completou o ensino médio na Suíça e retornou ao Brasil disposto a colocar esse sonho de trabalhar com comunicação em prática. Agora, ele também almeja entrar na faculdade de Rádio e TV para aprimorar o que já sabe.

"Minha única preocupação é enfrentar comparação. Tem gente que vai apoiar e outros vão olhar de jeito ruim. Estou aqui para aprender com o tempo. Mas fiz a decisão certa. Todos têm direito de falar o que quiserem, não vou ficar bravo, mas estou me esforçando e vou dar resultado", garantiu.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem