Aviso
Este conteúdo é para maiores de 18 anos. Se tem menos de 18 anos, é inapropriado para você. Clique aqui.

Celebridades
Descrição de chapéu internet

Luísa Sonza é atingida por cocô de cobra durante gravação de clipe

Cantora publicou imagens nas redes sociais e se divertiu com o perrengue

A cantora Luisa Sonza - Divulgação
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

A cantora Luísa Sonza, 23, publicou nesta quinta-feira (2) cenas da gravação de seu próximo clipe, da música "Anaconda", que será lançado no dia 9 de dezembro. Em um dos vídeos, a artista mostra imagens do momento em que uma serpente defecou em seu rosto durante as filmagens em uma banheira.

No Twitter, a loira brincou com a situação: "eu literalmente sensualizei na bosta pelo pop", disse. No vídeo, com quase 100 mil visualizações até o fim da tarde desta quinta, é possível ver a cantora com fezes do animal no rosto. Em seguida, uma pessoa de sua equipe retira o cocô.

A artista postou outro vídeo em seu Instagram – desta vez sem o perrengue. Nas imagens, também gravadas na banheira, ela está seminua e tem diversas serpentes rastejando pelo corpo.

Também nesta quinta, Luísa postou no Twitter que fará o lançamento do clipe no mesmo dia do aniversário da cantora Nicki Minaj. "Bem que ela podia notar a gente, né?", escreveu. A música será lançada um dia antes do clipe, em 8 de dezembro.

Para promover o lançamento, a cantora trocou sua imagem de perfil em todas as redes sociais pelo desenho de uma cobra.

Haters

Em novembro, hackers invadiram o site oficial da artista e publicaram na página fotos de famosos mortos. A invasão ocorreu poucos dias depois de Luísa ter feito homenagens à cantora Marília Mendonça, que morreu no dia 5 daquele mês em um acidente aéreo.

Luísa já relatou em diversas entrevistas que é alvo do ataque de haters pela internet. Em setembro, declarou que já chegou até a receber fotos de armas.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem