Celebridades

Arma de Alec Baldwin disparou bala de chumbo, diz polícia

Autoridades disseram que é 'fundamental uma investigação completa e exaustiva'

Entrevista coletiva da polícia de Santa Fe sobre acidente que matou diretora de fotografia em set de filmagem
Entrevista coletiva da polícia de Santa Fé sobre acidente que matou diretora de fotografia em set de filmagem - Adria Malcolm/Reuters
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

O ator Alec Baldwin disparou uma pistola Colt carregada com uma bala de chumbo no tiro acidental de quinta passada (21) que matou uma diretora de fotografia no set do filme "Rust", gravado em Santa Fé, no Novo México. A informação foi divulgada nesta quarta-feira (27) por autoridades americanas, segundo a Reuters.

Em entrevista coletiva, Adan Mendoza, xerife do condado de Santa Fé, afirmou que foram coletadas cerca de 500 balas no set, "uma mistura de cartuchos vazios, falsos e reais".

"Vamos determinar como (essa munição real) entrou no set, por que estava lá", disse o xerife. Outras três armas de fogo, além de peças de roupas e acessórios também foram coletados e encaminhados para um laboratório criminal em Virgínia para análise.

As autoridades disseram que é "fundamental uma investigação completa e exaustiva para fazer uma avaliação". O projétil foi recuperado do ombro do diretor Joel Souza, também atingido no acidente, e que teve alta no mesmo dia do hospital. A polícia acredita que a mesma bala atingiu Souza e a diretora de fotografia Halyna Hutchins.

Não estão descartas acusações criminais contra Baldwin. "Todas as opções estão sobre a mesa agora", disse Mary Carmack-Altwies, a promotora distrital de Santa Fé encarregada das investigações.

O incidente aconteceu na quinta (21) à tarde durante a gravação do filme "Rust" no Rancho Bonanza Creek, enquanto Baldwin —que protagoniza o filme do qual também é produtor— ensaiava uma cena.

A diretora de fotografia Halyna Hutchins, 42, foi ferida e morreu depois em um hospital próximo.

Com Reuters e AFP.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem