Celebridades

Facebook remove notícia falsa sobre Chico Buarque após ação judicial

Na rede, circulava que cantor receberia uma suposta 'Bolsa Ditadura'

Chico Buarque - Divulgação
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

Chico Buarque, 76, teve uma vitória na Justiça contra o Facebook. A rede social teve de apagar uma falsa notícia que afirmava que o cantor era uma das pessoas que recebiam uma suposta "Bolsa Ditadura".

De acordo com a fake news que circulava na plataforma, o governo federal pagaria indenizações mensais a cerca de 4.300 pessoas que sofreram perseguições políticas entre 1946 e 1988, entre as quais estaria o cantor e compositor.

Em páginas como a "Brasil Resiliente", fotos dele foram usadas junto com a notícia. Além disso, eram colocadas frases como "Sentindo falta do dinheiro público, né, meu filho?".

A juíza Fernanda Rosado de Souza, do 6º Juizado Especial Cível da Lagoa (zona oeste do Rio), determinou que a publicação fosse retirada, bem como todos os comentários feitos nela. Procurado pelo F5, o Facebook informou que a ordem judicial já foi cumprida.

Em março, o artista se imunizou no Planetário do Rio, na Gávea (zona sul do Rio de Janeiro). "Vacinem-se. Viva o SUS!", escreveu no registro feito em seu Instagram.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem