Celebridades

Cantor Jorge Aragão é internado e passa por cateterismo

Estado de saúde do artista é estável

Cantor Jorge Aragão
Cantor Jorge Aragão - Marcos Hermes
São Paulo

O cantor e compositor Jorge Aragão, 72, passou por um cateterismo cardíaco nesta quinta (15) no Hospital São Lucas, em Copacabana, zona sul do Rio, após sentir um desconforto torácico. O estado de saúde do artista é estável.

A assessoria do cantor disse que o procedimento médico já estava programado para antes da pandemia e foi realizado sem intercorrências. A alta está programada para este final de semana.

Com isso, o sambista está de fora da participação na live solidária "Cristo Redentor, eu quero doar", nesta sexta (16). O show tem o objetivo de arrecadar doações para pessoas em situação de vulnerabilidade social.

No ano passado, o cantor ficou seis dias hospitalizado com Covid na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) de um hospital no Rio de Janeiro. Aragão deu entrada no hospital com quadro de pneumonia viral Covid-19 e ficou na unidade de terapia intensiva sob monitorização contínua e cuidados específicos para a condição clínica.

Em 2018, Aragão foi submetido a um cateterismo e se recuperou tão bem que uma semana após o procedimento médico fez um show em São Paulo. “Vou cumprir a minha missão, que é animar a pla­teia. Montei um repertório que fará com que todo o mundo cante e se divirta em conjunto”, disse à época, antes da apresentação.

O artista carioca começou sua carreira nos anos 1970, como guitarrista em casas noturnas, mas tornou-se conhecido em 1977 quando Elza Soares gravou a canção “Malandro”, que ele compôs ao lado de Jotabê. Antes de se dedicar à carreira solo, Aragão fez parte da primeira formação do grupo Fundo de Quintal.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem