Celebridades

Sambista Nelson Sargento, aos 96, é vacinado contra a Covid-19

Outras quatro pessoas acima de 95 foram imunizadas em início da segunda fase

O compositor Nelson Sargento sendo vacinado contra a Covid-19. - Daniel Resende/Futura Press/Folhapress
São Paulo

O compositor Nelson Sargento, 96, foi vacinado contra a Covid-19 na manhã deste domingo (31), em uma cerimônia simbólica que marcou o início da nova etapa de vacinação, que passará a incluir os idosos, no Rio de Janeiro.

Sargento, sambista ícone da escola de samba Mangueira, participou da cerimônia ao lado do ator Orlando Drummond, 101, e mais três idosas com mais de 95 anos: a costureira Sebastiana da Conceição, 98; e as donas de casa Dulcinéia Gomes, de 97 anos, e Neiva Brandão, 95.

A vacinação da terceira idade começa na segunda-feira (1º) no Rio de Janeiro, sendo o primeiro dia destinado às pessoas com mais de 99 anos. As demais idades serão atendidas de forma escalonada.

Nelson Mattos ganhou o apelido de “Sargento” em sua breve passagem pelo Exército. Além de compositor, é também cantor, pesquisador da música popular brasileira, artista plástico, ator e escritor. Conheceu o samba aos 10, no morro do Salgueiro, desfilando e tocando tamborim.

Ao lado de Alfredo Português, escreveu, em 1955, o samba enredo “Primavera”, também conhecido como “As Quatro Estações do Ano”, um clássico. Desde então, ele já criou mais de 400 músicas. Atualmente, é presidente de honra da Mangueira.

Entre os artistas já imunizados no Brasil estão também as atrizes Solange Couto, 64, e Zezé Motta, 76, ambas no asilo Retiro dos Artistas. Algumas pessoas chegaram a criticar a vacinação delas, mas pelos critérios do Rio de Janeiro, a primeira fase incluía profissionais de saúde e idosos de alguns asilos.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem