Celebridades

Rafa Kalimann lança canal no YouTube com entrevistas e seu dia a dia: 'Sede de me mostrar'

Influenciadora assinou contrato com Globo e vai lançar coleção de roupas

Rafaella Kalimann Instagram/rafakalimann

São Paulo

Diferentemente das edições anteriores, o Big Borther Brasil 20 terminou com um cenário inusitado para seus participantes. Em vez de convites e cachês, todos tiveram que encarar quarentena e poucas chance de transformar a exposição no programa em oportunidades.

A influenciadora Rafaella Kalimann, 27, no entanto, parece trilhar um caminho diferente. Nesta semana, ela assinou contrato com a Globo, tem planos para uma linha de roupas, e lança neste sábado (30) seu próprio canal no YouTube, em que promete ampliar a abordagem que já faz nas redes sociais.

"Estou com muita sede de mostrar cada vez mais de mim, até mesmo como uma forma de carinho e gratidão por tudo que meu público fez por mim nesses três meses [de BBB]. Acho que o público espera isso, uma conexão ainda mais forte, e o YouTube é a plataforma que mais consegue me ajudar nisso", diz.

Os fãs já puderam conhecer muito de Rafa dentro do BBB, mas a ideia da influenciadora é mostrar alguns quadros, como seu dia a dia –hoje na quarentena– e entrevistas com personalidades à distância, além de abordar assuntos como beleza e empoderamento feminino. Os programas serão postados às quartas e sábados, mas a ideia é logo fazer três por semana.

“Vamos abranger moda, música e espiritualidade, além de desafios do próprio YouTube, que é o react. Vai ser conteúdo gostoso de assistir, divertido”, afirma Rafa, que fechou uma parceria com a Play9, empresa de Felipe Neto e João Pedro Paes Leme, para o lançamento do canal, que já tem mais de 330 mil inscritos, antes mesmo de estrear.

E os planos não param por aí. Rafa, que já atua como influenciadora há sete anos, protagonizou recentemente um clipe do cantor Léo Chaves e até arriscou de apresentadora da live do ex-marido Rodolffo, da dupla com Israel. Antes de confirmar o contrato com a Globo, ela já falava sobre o sonho de fazer TV.

"Quero muito trabalhar na televisão, com certeza, super. Já comecei a estudar à distância, a me preparar caso aconteça. Quero muito, muito mesmo. Acho que uma coisa agrega muito a outra. Não vai me atrapalhar no caminho que estou trilhando na internet, vai somar e pode acontecer muito."

O caminho, que pode se assemelhar um pouco ao de Grazi Massafera, que se destacou na TV após participar do BBB, começa a se abrir. A Globo afirma que já traçou um "plano de desenvolvimento de formação artística com renomados profissionais para os próximos meses" e até já anunciou uma participação dela em uma produção do Globoplay.

Rafa, que mora em Goiânia, já disse que não tem problema em mudar de cidade para realizar seu sonho de ser atriz. Até já tem um apartamento em São Paulo, usado justamente quando tem compromissos de trabalho, mas ela afirma que poderia ir para o Rio de Janeiro. "Sou bem desprendida nesse sentido."

Enquanto isso não acontece, Rafa se dedica ao seu canal e já dá até spoiler: suas amigas do BBB vão aparecer, sim, nele. "Elas vão estar com certeza. Eu nem falei com elas ainda, mas elas são obrigadas a estarem no meu canal”, brinca ela, ao afirmar que tem falado diariamente com Manu, Thelma e Gabi, e às vezes ainda com Gizelly e Pyong Lee.

Questionada sobre a pressão que os influenciadores têm sofrido para se posicionar, inclusive sobre política, ela afirma que tem ressalvas e que prefere falar de assuntos que ela tem propriedade para discutir. "Tenho que entender de A a Z do que se trata".

“A gente tem que ter muita responsabilidade com o que fala. Se influencio hoje 17 milhões de pessoas, que acompanham o que eu falo, desde crianças até a idosos, tenho que saber o que estou falando. Sobre o que eu não sei, vou procurar saber, estudar, para, quem sabe, pensar em me posicionar.”

COLHENDO FRUTOS

Rafa entrou no BBB como convidada, uma novidade dessa edição, que juntou anônimos e famosos pela primeira vez no reality, e ficou em segundo lugar, levando o prêmio de R$ 150 mil. Seus seguidores no Instagram saltaram de 3 milhões para 12 milhões dentro da casa, e hoje já somam mais de 15 milhões.

Com esse resultado, Rafa afirma que a participação no reality foi “extremamente positiva, muito positiva mesmo”. Segundo ela, o mais importante foi a mistura de pessoas que o programa propiciou, num lugar onde o sucesso se mostrou pouco importante. "Todo mundo aprendeu muito. Foi muito lindo o processo todo."

Rafa comemora também a importância que o programa ganhou na luta pelo empoderamento feminino. "A gente levantou uma bandeira dentro do programa, a gente se deu a mão, abraçou uma a outra e falou ‘vamos lá, estamos juntas todas aqui, vamos lutar, dar voz a isso, pedir por respeito", recorda ela.

Para Rafa essa força ajudou, inclusive, na hora de lidar com os boatos e fake news que surgiram depois que ela deixou o programa. Apenas a acusação de que ela teria feito três abortos a deixou realmente chateada, afirma. Tanto que ela decidiu processar a influenciadora Ana Rosa Tanos, que fez as acusações.

“Não tinha como a gente não tomar nenhuma medida, porque é muito pesado o que ela disse”, afirma ela, sem citar o nome da influenciadora. Sobre outras fofocas e provocações, como a de ser chamada de “marmita de sertanejo”, por ter namorado cantores do gênero, ela diz que levou na esportiva e achou até bobo.

"Estou seguindo livre disso, escolhi não absorver não ficar vendo, não ficar lendo, foram coisas ditas enquanto eu estava dentro de uma competição, por pessoas que torciam para outros competidores, então eu prefiro não trazer isso para minha vida, porque vai me machucar, e não tem veracidade nenhuma."

AGORA VIDEOMAKER

Não foram apenas os comentários maldosos que chocaram Rafa Kalimann ao término do BBB. A quarentena provocada pelo novo coronavírus foi outro ponto importante, com o qual ela teve que se acostumar. Embora os competidores tenham sido informados da pandemia, ela diz que eles não tinham ideia do impacto na sociedade.

“Foi uma mistura de sentimento, de emoções. A euforia, a alegria em rever minha família, receber tanto carinho, ver a repercussão que teve, o tamanho que foi o programa. Mas, ao mesmo tempo a tristeza e o medo da pandemia, do corona e etc. A gente não imaginava que estava na proporção que está”, afirma ela.

Rafa diz que ficou anestesiada no começo, mas foi digerindo gradualmente. Hoje, ela está isolada com a família, em sua casa em Goiânia, onde todos estão dedicados aos seus projetos, já que tem os irmãos como braço direito em sua carreira. São dias inteiros de reuniões e gravações. “Estão todos virando videomakers”, brinca.

Segundo Rafa, antes do BBB e da quarentena, ela costumava contratar uma equipe para fazer seus vídeos, mas agora o isolamento não permite receber outras pessoas. “Já estou entendendo um pouco de luz, estou encarnando de tudo, porque a gente teve que improvisar”, afirma ela, em meio a risos.

“Estou descansando zero. Quando você vê já é meia-noite e passou o dia inteiro trabalhando. Mas está muito gostoso viver tudo isso. E principalmente com eles aqui em casa, dá um gás. Estou trabalhando e minha sobrinha está do meu lado, aí eu dou um cheiro nela gostoso. Então está muito gostoso mesmo.”

Quando a pandemia acabar, Rafa diz já ter plano: voltar a Moçambique. Missionária e embaixadora da ONG Missão África, ela visita o país uma vez por ano, há sete anos, sempre no primeiro semestre. A ideia era ir assim que saísse do BBB, mas a pandemia não permitiu. “Não vejo a hora de poder voltar”, afirma.

Rafa Kalimann

  • Quando Às quartas e sábados
  • Onde https://www.youtube.com/channel/UCvDFJbzap4jch5f7z4LXUJw
Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem