Celebridades

Taylor Swift diz que Donald Trump enxerga governo dos EUA como autocrático

Cantora diz que não revelou voto em Hilary Clinton para proteger saúde mental

A cantora Taylor Swift no Teen Choice Awards 2019
A cantora Taylor Swift no Teen Choice Awards 2019 - Jean-Baptiste Lacroix / AFP
São Paulo

Taylor Swift, 29, resolveu se abrir sobre as últimas eleições norte-americanas para a presidência durante uma entrevista. A cantora, que foi apontada como eleitora de Donald Trump por não revelar seu voto no período eleitoral, disse que estava enfrentando crises na época. 

"Eu estava apenas tentando proteger a minha saúde mental – não lendo muitas notícias, indo votar e dizendo às pessoas para votarem. Eu sabia o que poderia aguentar e o que não poderia. E eu estava prestes a demoronar", disse ao jornal britânico The Guardian.

Ela acrescentou que teria sido um prazer apoiar Hilary Clinton publicamente. “Eu me senti completamente inútil. E talvez até como um obstáculo".

Na entrevista, Swift fez questão de criticar o atual presidente de seu país. "A política hoje em dia diz [...]: 'Se você odeia o presente, você odeia a América'. Nós somos uma democracia –pelo menos, deveríamos ser–, onde você pode discordar, divergir e debater. Eu realmente acho que ele [Trump] acha que isso aqui é uma autocracia", diz ela, em referência a um regime de governo no qual o poder se concentra em um único governante.

A cantora acrescentou que fará o que for preciso para apoiar um candidato no qual acredita durante as eleições de 2020. 

 
Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem