Celebridades

Katy Perry diz que foi suspensa de colégio religioso por simular sexo com 'árvore Tom Cruise'

Cantora tinha comportamento inadequado e relembrou fatos

A cantroa Katy Perry, 34
A cantroa Katy Perry, 34 - REUTERS

Leonardo Volpato
São Paulo

A cantora Katy Perry, 34, já deu muitos problemas na escola enquanto era estudante, na Califórnia. Segundo relato que a própria artista deu em seu Instagram, ela já foi suspensa por simular fazer sexo, aos 12 anos, com uma árvore. E pior: a árvore recebia o nome de Tom Cruise.

O ato aconteceu em 1996 quando a cantora estava na sexta série. O comportamento foi considerado agressivo muito por conta do posicionamento religioso do colégio. A artista, por sua vez, relembrou o momento com bom humor e mostrou o documento que comprovava a suspensão em sua rede social.

“Katy fingiu que uma árvore era Tom Cruise e começou a fazer movimentos sexuais pélvicos contra ela”, dizia um dos trechos do documento. “Pedimos que ela demonstrasse o que tinha feito em frente aos outros estudantes e ela descreveu dizendo que era inapropriado”.

Documento mostra suspensão de Katy Perry na escola após comportamento inadequado
Documento mostra suspensão de Katy Perry na escola após comportamento inadequado - Reprodução/Instagram

O documento também cita outras passagens difíceis de aturar pela escola religiosa, como falar o nome de Deus em vão, usar blusa curta e dançar “Macarena” de forma sensual. Katy também tinha por costume beijar o rosto de outros colegas durante brincadeiras. Os pais da cantora chegaram a comparecer para reuniões com a direção em sete ocasiões.

Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem