Você viu?

Mulher cancela cremação da mãe após descobrir minutos antes que ela estava viva

Caso aconteceu na Argentina e está sendo investigado

Imagem de caixão quase cremado na Argentina
Imagem de caixão quase cremado na Argentina - Reprodução/Common Dreams
São Paulo

Uma idosa de 84 anos quase foi cremada ainda viva após um engano de um hospital na cidade de Resistência, na Argentina, no último domingo (24).

De acordo com o jornal argentino Clarín, uma mulher de 54 anos descobriu que a sua mãe estava viva minutos antes de o caixão ir para crematório. Agora o caso está sendo investigado.

No dia anterior, a idosa foi levada ao hospital após se sentir mal. Logo a equipe médica percebeu que o caso era mais grave e que ela precisava ficar internada na UTI.

Porém, no dia seguinte, a equipe do hospital ligou para a filha e a avisou que sua mãe havia morrido depois de sofrer uma parada cardiorrespiratória.

Toda a cerimônia de velório foi organizada. A idosa usava uma máscara de proteção e sua filha percebeu que o acessório se mexia como se ela estivesse respirando.

Todo o processo de cremação, com isso, acabou anulado e a idosa foi levada novamente ao hospital após ser constatado que ela ainda estava respirando. Os sinais vitais, contudo, eram fracos. Ela segue internada e a filha pensa em processar a clínica pelo erro.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem